Qua/30/Jul/14

Back On no SANAPara quem viu a programação do SANA 2014 e esteve no evento, percebeu que boa parte dos convidados desse ano foram bandas internacionais trazidas direto do Japão, sendo uma delas a Back-On, dona de diversas aberturas de animes, e tivemos a oportunidade de participar de sua coletiva e saber um pouco sobre eles.

Apesar de nesse SANA não ter tido muitas coletivas, pois os convidados estavam com o tempo muito curto, a banda Back-On nos cedeu um tempo (com tradutor claro) para falar um pouco mais na trajetória das músicas de animes.

Integrantes da Banda Back On

Dona das aberturas e encerramentos dos animes Air Gear (com Chain), Murder Princess (com Hikari Sasuhou) e Eyeshild 21 (com Flower, Blaze Line e Day Dreaming), a banda conta que o processo de entrada deles no meio musical ocorreu por meio do convite de um dos autores das séries de anime, e por conta desse trabalho novos convite foram surgindo até eles ganharem fama no segmento.

Quando perguntados sobre qual a sensação de ser uma banda nova em um mercado de grandes bandas já consolidadas no ramo do anime, eles responderam que se é da vontade deles fazer algo, a maior preocupação é fazer do jeito correto, sem uma preocupação com as demais bandas no mercado, se eles querem fazer, então eles fazem.

Já quando se trata do recebimento dos fãs no ocidente, um dos integrantes comenta que se sente realmente emocionado em ver pessoas de lugares tão distantes os receberem com tanta animação. Também comentaram que adoram ouvir as versões das aberturas em outros idiomas e pedem para que os brasileiros façam mais aberturas de animes para que eles possam ter mais referência.

Back On

Por último, quando questionados sobre as mistura de Rap e Rock comum de se ver no Japão, a banda diz que muito disso é por conta de duas bandas (desculpa, não lembro o nome) que criaram esse estilo, tornando-se muito popular com diversas bandas.

Além de muito simpáticos, o grupo simplesmente arrasou no show de domingo, assim encerrando o evento e nos fazendo ficar com mais saudade. O que nos resta é aguardar o próximo ano e já ir se programando para o cosplay de 2015.

Ter/29/Jul/14

a-musicalidade-dos-video-games-parte-02-capa

Depois de um bom tempo e como prometido na parte 1, venho dar sequência a musicalidade dos games. Antes dei foco sobre os clássicos absurdos dos 8 e 16 bits e dessa vez venho comentar sobre grandes músicas de grandes jogos da era 32 e 64 bits.

Dessa vez farei um pouco diferente, começarei com um jogo individual de cada console, pois existem jogos que merecem destaques individuais por sua trilha muito bem trabalhada empolgante.

Vamos começar com F-ZERO X, do Nintendo 64! Onde a velocidade do jogo combina com cada “paulada sonora” do que nos é apresentado durante o gameplay.

Mas porque F-ZERO X?

Bom, alem de ter uma jogabilidade muito bacana com veículos futuristas que chegam a 1000km/h, cito este jogo em particular pois sua trilha sonora é um verdadeiro tributo ao heavy metal dos anos 80/90. Com temas que lembram bandas como Saxon, Manowar, Iron Maiden, Judas Priest e em algumas passagens que lembram bandas como Helloween ou Stratovarius.

Riffs de guitarra muito empolgantes, solos pra deixar qualquer guitarrista iniciante de boca aberta, um Baixo extremamente carregado e potente, Teclados e Sintetizadores dando ótimos efeitos na hora certa e uma Bateria muito bem composta de empolgar qualquer aspirante a baterista a comprar a sua!

Não posso deixar de falar dos compositores Taro Bando e Hajime Wakai, responsáveis por cada música desse jogo e também de outros jogos com trilhas muitos boas como Star Fox 64 e Mario Kart 64.

Enfim, não tem como não jogar esse jogo com seu veículo a 700km/h e ao mesmo tempo não ficar batendo o pé no chão acompanhando as levadas de bateria ou fazer com a boca o sons das guitarras das músicas que são FODA de mais! Duvida?

Então, para quem ainda não conhece e pros nostálgicos leitores, segue alguns videos da OST (original sound Track) do jogo e peço que deem suas opiniões sobre as músicas.

Title BGM – F-Zero X OST (HQ)

Car Select – F-Zero X OST (HQ)

Decide in the Eyes (Big Blue) – F-Zero X OST (HQ)

Endless challenge (Mute City) – F-Zero X OST (HQ)

Dream Chaser (Silence) – F-Zero X OST (HQ)

Muito Bom neh!

E pra finalizar o post, veja alguns Músicos fazendo tributos e homenagens as músicas desse jogo. Destaque para a banda Brasileira que fez um Cover muito bem executado da música BIG BLUE. Enjoy!

Vitor Ottoni – (F-Zero – Big Blue)

Abraço a todos!! E até a parte 03…

Seg/28/Jul/14

sana-2014-capa

Olá amigos do Modo Meu, para você que acompanhou a nossa fanpage nesse final de semana que se passou já deve saber o que andamos aprontando, mas só para o caso de não saber, pode ficar tranquilo que ainda vou falar mais sobre o evento.

Esse ano rolou a 14ª edição do SANA, um evento que inicialmente era somente sobre cultura japonesa, mas que tem se expandido bastante em várias áreas para serem apresentadas como games (PC, console, tabuleiro, RGP…), cultura pop, artes marciais variadas, salas temáticas, apresentações de dança, shows nacionais e internacionais e muito mais.

sana-2014-cosplay-naruto-e-yondaime

Para quem gosta de cosplays, os corredores eram cheios, daqueles que são do tipo “copobre” até aqueles que são tão bons que você jura que poderia ser mesmo o próprio personagem, como esse predador que vou deixar a foto em alguma lugar aqui do post hehe. Além desses, também tinham aqueles pais mega nerds e otakus que levaram seus filhos que tinham no máximo uns dois anos vestidos de Frodo (ficou MUITO MASSA!) e outros de Mário e de Luigi que ficaram muito bons também.

As atrações eram tantas que eu e a Mary não tivemos como resistir aos encantos da cadeira de Atena (Cavaleiros do Zodíaco), a caixa da armadura de outro e nem mesmo ao Yoshi gigante que tinha lá só esperando e nos chamando para tirar uma bela fotinha.

sana-2014-cosplay-predador

O evento também nos proporcionou a presença dos dubladores de Goku (Wendel Bezerra) e da Bulma (Tânia Gaidarji) para alegria infinita dos fãs da série Dragon Ball.

A galera que agitou os shows do evento esse ano foram a banda Almah (Edu Falaschi), Ricardo Cruz, a banda japonesa Back-on (que tivemos a oportunidade de entrevistar e em breve falaremos um pouco mais sobre), Shi-no (vocalista da banda japonesa Gram∞MariA), Yuki (Ex-integrante da banda Raphael e vocalista do duo RICE), Eizo Sakamoto e Nobuo Yamada (que já gravou grandes sucessos de Cavaleiros do Zoadíaco, inclusive Pegasus Fantasy).

sana-2014-cosplay-nami-one-piece

Não podemos esquecer também da área de stands, que foi onde passamos boa parte do tempo babando os Action Figures (ou bonequinhos hehe), camisetas e ursinhos de games e animes variados que estavam lá nos tentando.

Algo que marcou bastante também foi a área dedicada aos 20 anos de Cavaleiros do Zodíaco no Brasil, (isso mesmo, não adianta ficar dizendo que parece que foi ontem pois não foi hehe), que foi justamente onde estavam expostas VÁRIOS action figures dos personagens da série para homenagear esses cavaleiros que tanto gritaram Seiya e Saori para os adultos e crianças que assistiram e assim como eu ainda são viciados neles.

sana-2014-dyego-cruz-caixa-armadura-cavaleiro-do-zodiaco

sana-2014-mary-yoshi

sana-2014-mariana-fernandes-cadeira-atena-cavaleiro-do-zodiaco

Sex/25/Jul/14

publico_-

Para você que está antenado no mundo dos animes e cultura japonesa, já deve estar por dentro do que tá rolando essa semana e tal, mas se não estiver por dentro fique calmo, vou dizer o que tá rolando.

Hoje começa aqui em Fortaleza, o SANA 2014, um evento de cultura japonesa que vai até domingo dia 27/07/2014 onde nós do Modo Meu estaremos lá para entrevistar alguns queridos convidados. Enquanto isso em São Paulo, está rolando o Anime Friends, que pelo que é informado no site deles, também irá terminar no dia 27/04.

Mas enquanto você não vai ou mal pode esperar a hora de ir, deixo aqui algumas músicas que são mais que clássicas no “mundo dos animes”, então espero que me perdoem se tiver muita velharia, pois estão as que eu mais acho A CARA de evento de cultura japonesa hehe.

Qui/24/Jul/14

Sailor-Moon-Cristal-2014

Alguém se lembra desse anime? De 1992 a 1995 ele foi o “desenho” de maior sucesso e o mais querido entre as garotinhas. E em quesito anime da minha infância, esse fica no topo da lista, tanto que a música de abertura eu tenho no meu celular e é o toque que eu uso para identificar minhas amigas.

Pois bem, para quem lembra, para quem não lembra, e principalmente para quem não conhece, Sailor Moon contava a história de cinco estudantes, Usagi Tsukino (Serena Tsukino, que é a Sailor Moon), Ami Mizuno (a Sailor Mercúrio), Rei Hino (a Sailor Marte), Makoto Kino (Lita Kino, que é a Sailor Júpiter), e Minako Aino (que é a Sailor Vênus) que, com a ajuda de dois gatinhos, Lua e Artemis, descobriram que eram guerreiras e que estavam destinadas a salvar a terra de forças malignas. Além de salvar a terra, elas tinham que descobrir o paradeiro da princesa da Lua e a história do passado de cada uma.

sailor-moon-capa-modo-meu

Sailor Moon era uma série com 200 episódios, e composta por cinco arcos separados, intitulados de Sailor Moon (com 46 episódios), Sailor Moon R (com 43 episódios), Sailor Moon S (com 38 episódios), Sailor Moon Super S (com 39 episódios) e Sailor Moon: Sailor Stars (com 34 episódios). Possuía elementos de fantasia, mitologia grega, astrologia e mitologia romana. E o tema central era amor e amizade, mas claro que era aquele amor meio que platônico e cheio de sentimentalismo que a juventude sempre tem, e podemos ver isso em todas as cenas de Serena e seu tão adorado, quase idolatrado Mamoru Chiba (Darien Chiba ou Tuxedo Mask), eles são amantes de outras vidas.

Aiai… Infância… Tempo tão bom, tempo em que eu “brigava” com meu irmão tentando colocar na cabecinha dele que Sailor Moon era tão bom quanto Shurato, Yu Yu Hakusho e Cavaleiros do Zodíaco, e eu achava que era mesmo. Ainda acho. E eu acho que posso dizer isso, pois assisti a todos esses animes com ele. Mas tudo isso é passado… Será?!

sailor-moon-crystal

Não, não pessoas… No dia 5 de julho desse ano a Toei Animation lançou Sailor Moon Crystal, nesse novo arco a gente tem a história contada em Sailor Moon e em Sailor Moon R, só que de um jeito diferente. Sabe aquela história de algo estar igual, mas diferente?! Pois é, com a melhora da tecnologia, principalmente na área de animação, o anime não ficou só no 2D e o design dos personagens e de todo o ambiente foram melhorados também. Mas a delicadeza, aquele toque feminino e as paradinhas cheias de olhares apaixonados e suspiros ainda estão lá. O que eu achei bem legal é que essa produção é exclusiva para a internet, e o anime contará com 26 episódios e que eles irão sendo liberados sempre nos primeiros e terceiros sábados do mês e sempre às sete horas da manhã. Para acompanhar basta acessar no Crunchyroll e ser feliz, ou esperar pra assistir no Anitube e ser mais feliz ainda.

Mas se você, assim como eu, assistiu em 1992 e ainda tem a série fresquinha dentro da cabeça talvez estranhe um pouco, pois a música de abertura não é mais Moonlight Densetsu ou na versão brasileira A Lenda da Luz da Lua, e a abertura é outra, legal e fofinha, mas não é aquela que vimos quando crianças, mas ainda assim causa certa nostalgia.

E todo mundo andou fazendo uma comparação entre Sailor Moon e Sailor Moon Crystal, mas acho isso uma bobagem. Logo abaixo colocarei a abertura de quando assistia ainda criança, e da abertura atual, mas com a música de abertura A Lenda da Luz da Lua… E depois o áudio da música da abertura nova, que o nome é Moon Pride. Não julguem, só vejam e escutem… Ambas são boas. Ah, e assistam, pois é um anime bom tanto para quem já conhece quanto para quem nunca ouviu falar.