Modo Meu

Categoria: Animes

28/02/2013 - Categoria: Animes - Autor(a): Caio Túlio Costa

hajime no ippo modo meu 1

O boxe, ou pugilismo, é um dos esportes mais difundidos e apreciados no mundo todo. Sua origem é inglesa e data do século 18, quando ainda era praticado com as mãos nuas. Entre seus maiores expoentes estão Muhammad Ali, George Foreman e Mike Tyson.

O esporte serviu de inspiração para a criação de “Hajime no Ippo”, uma série de anime e mangá idealizada pelo mangaká George Morikawa. O mangá, criado em 1989, ainda é publicado e possui atualmente mais de 975 capítulos em quadrinhos, distribuídos em 76 volumes, além de uma soma de 102 episódios de suas adaptações em anime.

Desde que foi lançado até hoje, os quadrinhos são publicados pela editora Kodansha, na revista semanal Shonen Magazine. O trabalho faz muito sucesso no Japão e, pasmem, na França! Tanto que o autor cria um novo volume somente a cada quatro meses, o que reflete em um trabalho extremamente bem feito. São 23 anos de trabalho.

O desenho animado clássico tem produção do famoso estúdio Madhouse, o mesmo de “Death Note” e “Cardcaptor Sakura”, e a direção ficou por conta de Satoshi Nishimura que trabalhou em séries como “Trigun” e “Paradise Kiss”, é conhecido nos Estados Unidos como “Fighting Spirit” (espírito combatente).

A série clássica foi exibida no Japão de 2000 a 2002 pelo canal Nippon Television e possui 76 episódios que contam o enredo mostrado no mangá até o volume 30. Ela possui, ainda, um OVA (Original Video Animation) complementar chamado “Hajime no Ippo: Mashiba vs Himura” e um filme, “Hajime no Ippo – Champion Road”.

Continuação

Em 2009, a franquia ganhou prosseguimento com a temporada conhecida como “Hajime no Ippo: New Challenger” que possui 26 episódios produzidos pelo estúdio da própria Nippon Television, o mesmo de “Kiki´s Delivery Service”, dirigidos por Jun Shishido, que trabalhou na série “X”, e veiculados no próprio canal da produtora.

Misturando drama, pitadas de comédia, romance e muita ação, “Hajime no Ippo” tem uma fórmula cativante. Depois de ganhar uma certa fama também foi responsável por difundir e aumentar a procura pela prática do boxe em território nipônico e arrisco a dizer, até mundial.

hajime no ippo 2

A história

O enredo conta a saga do tímido e humilde garoto Ippo Makunouchi, de 16 anos. Ele não tem tempo para fazer amigos, se divertir e muito menos praticar esportes pois tem que ajudar a cuidar do negócio da família, uma loja de artigos de pescaria.

O jovem é constantemente vítima de bullying e um dia é seriamente espancado por vários garotos. Ippo é salvo por um famoso boxeador que passava pelo local, Mamoru Takamura, e levado até a academia Kamogawa de boxe onde Genji Kamogawa trata de seus ferimentos.

Quando Ippo acorda, seu salvador sugere que ele descarregue suas frustrações no saco de areia, Kamogawa percebe o talento de Ippo e o vínculo de amizade dos dois se constrói a partir daí, continuando com o garoto começando a praticar boxe.

Em “New Challenger“, a história é uma continuação direta da vida de Ippo, todo o seu envolvimento com o boxe e a realização de seus sonhos.

Para ligar as duas fases foi produzido um longa. “Hajime no Ippo” teve uma animação, o Champion Road, exibida em 2003. O filme serve como uma ponte entre os episódios da saga clássica e a temporada New Challenger, onde Ippo defende pela primeira vez o título de campeão dos Pesos-Pena.

Outras mídias

“Hajime no Ippo” possui, ainda, três jogos para PlayStation 2, são eles “Victorious Boxers”, “Victorious Road” e “The Fighting! All Stars”; “The Fighting!” para Game Boy Advance, PlayStation e Nintendo DS; “The Fighting Revolution”, para o console de nova geração Nintendo Wii; e para o portátil da Sony, PSP, o “The fighting! Portable Victorious Spirits”.


14/02/2013 - Categoria: Animes - Autor(a): Caio Túlio Costa

eyeshield 1

Surgindo de uma derivação do Rugby, o Futebol Americano é um esporte que simula táticas de guerra e conquistas territoriais dentro de um campo.

Os times contam com onze jogadores de cada lado e alternam-se entre grupos de ataque e defesa. O objetivo do jogo é marcar o maior número de pontos através de estratégias, rotas e raciocínios rápido estipulados pelo Quarterback (QB), a posição do jogador que dá início aos passes.

O futebol americano tem espaço para todos os tipos de porte físico, desde os pequenos até os mais grandes. Jogadores fortes e lentos podem jogar na linha de ataque ou da defesa. Atletas leves e rápidos podem jogar correndo com a bola ou recebendo passes, são infinitas possibilidades. E toda essa estratégia pode ser conferida na história de “Eyeshield 21“.

O mangá foi escrito por Riichiro Inagaki, ilustrado por Yusuke Murata, aprendiz de Takeshi Obata (Death Note), e publicado na revista Shonen Jump, da Shueisha Editora, entre os anos de 2002 e 2009.

A história toda possui 333 capítulos distribuídos em 37 volumes que ganharam adaptação em uma série animada com 145 episódios, dirigida por Masayoshi Nishida e Shin Katagai, sendo produzida pela TV Tokyo e patrocinada pela NFL Japan (National Football League). Com grande sucesso, a série foi exibida no território japonês entre 2005 e 2008.

eyeshield 3

Popularidade

O mangá de Eyeshield 21 esteve diversas vezes na lista dos mais lidos no Japão e conseguiu o incrível número de mais de 16 milhões de cópias vendidas ainda em seu 26º volume. Já a versão animada teve média de cinco milhões de visualizações por episódio, somente no Japão.

Um dos principais motivos para a audiência alta é o modo como as regras do esporte são explicadas, além da série ter personagens envolventes e carismáticos que conseguem atrair todos os públicos, principalmente, pasmem, os que desconhecem o futebol americano.

História

O enredo de “Eyeshield 21” tem como personagem principal o frágil e introvertido Sena Kobayakawa que entra para a administração do clube de futebol americano do Colégio Deimon, onde estuda, após ser ameaçado pelo Quarterback e capitão do time, Hiruma Yoichi.

Por ter sofrido bullying ao longo de toda sua vida, Sena adquiriu grandes habilidades de velocidade e raciocínio rápido para se misturar em meio a multidões enquanto corria desesperadamente dos valentões que sempre o perseguiam. Ao notar essa perícia, Hiruma faz Sena jogar no time do colégio, o Deimon Devil Bats, como um jogador “mascarado” que atua como Running Back (RB), o principal corredor.

Sendo um ás da velocidade, o protagonista mantém uma espécie de identidade secreta ao usar uma viseira de cor verde e a camisa de número 21. Isso acaba transformando o garoto em um herói adorado por todos os alunos, recuperando a popularidade do futebol americano na escola.

Ele passa a ser chamado pelo codinome Eyeshield 21 e junto com a equipe do colégio, conquista torneios, realiza sonhos e busca a felicidade.

eyeshield 2

A série nos mostra o verdadeiro valor da amizade, da perseverança, do trabalho em equipe e de como é gratificante ser o responsável por causar o bem e transformar tantas pessoas por intermédio do esporte.

Repleto de drama, comédia e ação, Eyeshield 21 é uma série essencial para todos os fãs de esportes e, principalmente, para aqueles que querem conhecer um pouco mais sobre o universo do futebol americano.

Curiosidades

Entre os intervalos da animação, Eyeshield 21 explicava um pouco das regras de Futebol Americano com jogadores profissionais da Liga Japonesa de Futebol Americano, a NFL Japan. Geralmente, eram expostas situações vivenciadas dentro do anime, como passes, estratégias e treinos diversos.

Eyeshield 21 teve dois OVAs (Original Video Animation), episódios especiais que mostravam, em detalhes, o crescimento do time, seus treinos e suas confraternizações de vitória.

A série de futebol americano também deu origem a cinco jogos eletrônicos para as plataformas PlayStation 2, PlayStation Portable, Game Boy Advance, Nintendo DS e Nintendo Wii.

Álbuns reunindo os temas musicais, que são sucesso, também foram lançados, além da comercialização de brinquedos relacionados à série e Futebol Americano.


12/02/2013 - Categoria: Animes - Autor(a): Caio Túlio Costa

Major 1

Considerada uma das mais fieis ao esporte, a série de mangá e animação “Major” conquistou muitos fãs pela sua naturalidade e maturidade ao retratar o beisebol.

O esporte é praticado por dois times de nove jogadores cada, onde o objetivo é marcar pontos batendo nas bolas com um bastão para que esta seja lançada o mais longe possível. Por isso os times ficam constantemente alternando entre ataque e defesa. Depois disso, os jogadores correm por quatro bases do campo e, assim, o time com mais voltas vence.

Major Beisebol 1

O beisebol é o esporte mais adorado nos Estados Unidos, embora as estatísticas apontem uma grande proximidade do futebol americano. Seu sucesso inclui Cuba e o próprio Japão. No Brasil, apesar de ter sido trazido pelos americanos em 1850, só em meados de 1908, com a grande imigração japonesa, é que o esporte se difundiu.

A história do mangá “Major” foi criada por Takuya Mitsuda, a revista foi publicada pela editora Shogakukan na revista Weekly Shonen Sunday e possui 78 edições lançadas entre 1994 e 2010.

Em 2004 a série ganhou uma adaptação animada, fruto de uma parceria entre a emissora japonesa NHK e os renomados estúdios Hibari (responsável pela animação de “Street Fighter II V”) e SynergySP (“Beyblade: Metal Masters”). O anime foi transmitido até 2010 e possui 154 episódios divididos em cinco temporadas baseadas na história do mangá.

Enredo

“Major” conta a saga de Goro Honda, uma criança do jardim de infância que sonha em ser um jogador de beisebol profissional. Sempre incentivado por seu pai, um atleta de um grande time japonês, o crescimento de Goro é acompanhado por todo o público, passando por sua fase escolar, faculdade e ascensão dentro do esporte. Tudo isso acompanhado por altas dosagens de dramas cotidianos que conseguem prender e emocionar constantemente, transmitindo toda uma realidade fictícia tão natural e bem estruturada que permite que nós nos identifiquemos com seus cativantes personagens.

Major 2

Outras mídias

“Major” possui um longa de animação lançado em 2008 pelo estúdio Xebec, “Major: The ball of Friendship” serve de ponte entre as duas primeiras temporadas.

Em dezembro de 2011 e janeiro de 2012 foram lançados dois episódios especiais retratando o cotidiano dos personagens depois de todos os acontecimentos da série.


29/01/2013 - Categoria: Animes - Autor(a): Caio Túlio Costa

Monster no Modo Meu

Considerado um dos quadrinhos japoneses seinen (adultos) de horror mais famosos, ´Monster´ é um thriller policial repleto de tensão psicológica que consegue tirar o sossego dos que o conhecem.

Criado em 1994 por Naoki Urasawa (mesmo mangaká de ´20th Century Boys´), este mangá totaliza 162 capítulos, compilados em 18 volumes e publicados sob o selo “Big Comic Original”, da editora Shogakukan, a responsável por InuYasha. ´Monster´ foi sucesso de vendas até 2001, ano em que foi encerrado.

O drama e suspense da série ainda levaram os quadrinhos a uma adaptação animada produzida pelo Estúdio Madhouse, de “Death Note”.

Seus 74 episódios foram exibidos em 2004 e 2005. A série ficou sob a direção de Masayuki Kojima, de ´Sakura Wars´, os roteiros na mão de Tatsuhiko Urahata, de ´D. Grey-man´ e a caracterização por Kitaro Kosaka, de ´Akira´.

Seu enredo obscuro, amedrontador e complexo gira em torno do jovem e talentoso neurocirurgião japonês Kenzou Tenma, que trabalha em um grande hospital de Düsseldorf, Alemanha. O médico tem tudo para garantir seu futuro promissor: É respeitado pelos colegas e pelos pacientes, está de casamento marcado e é o favorito do diretor do hospital.

No momento em que um casal de pequenos irmãos em estado grave precisa de uma operação, o senso de justiça de Tenma fala mais alto e o seu pensamento de que todas as vidas humanas possuem direitos iguais é posto à prova. O doutor abre mão de tratar um paciente de relevância pública (~e política~) para atender as crianças que chegaram primeiro na sala de cirurgia. Desobedecendo a política do hospital, Tenma tem sua carreira arruinada, destruindo tudo o que havia edificado ao longo da vida.

A partir disso, fatos misteriosos seguidos e estranhas mortes começam a acontecer no ambiente hospitalar e social do neurocirurgião. Todos possuem algo em comum: restaurar a ascensão de Tenma.

Monster no ModoMeu2

Investigação

Tornando-se o principal suspeito de crimes que não cometeu, o doutor passa a investigar os casos por conta própria e descobre a ligação destes com as crianças, sangrentos massacres, a Segunda Guerra Mundial e um passado negro e perigoso repleto de metáforas bíblicas e teorias conspiratórias.

É com esse enredo bem estruturado e assustador que ´Monster´ garante seu espaço na galeria de horror nipônica. O tema que coloca em evidência os valores éticos e morais do ser humano é muito bem explorado, mostrando a verdade sobre o comportamento cruel que um indivíduo pode vir a ter. Nossos conflitos internos e anseios mais íntimos também são muito bem abordados.

A trilha sonora mescla elementos de jazz, blues e soft rock, que se encaixam com maestria nas cenas da animação. Seus cenários abusam de contextos históricos, científicos e geográficos, que mostram sua seriedade, maturidade e beleza.

A queda do Muro de Berlim, outros lugares e também acontecimentos têm seu espaço, dando à série um ar de autenticidade.

´Monster´ é sucesso de crítica no mundo, e foi, inclusive, publicado no Brasil pelas Editoras Conrad e Panini.

Em 2002, uma adaptação literária chamada ´Another Monster´ foi escrita pelo próprio Urasawa e mostra os acontecimentos da série em uma releitura a partir do ponto de vista de um repórter investigativo.


22/01/2013 - Categoria: Animes - Autor(a): Caio Túlio Costa

slam dunk no modo meu 1

A série clássica de anime e mangá “Slam Dunk” retrata um dos esportes mais difundidos e populares no mundo, o basquete. Neste esporte coletivo, criado em 1891 nos Estados Unidos, duas equipes de cinco integrantes cada disputam pontos que são marcados ao passar a bola por dentro de cestos localizados nas extremidades da quadra, seja em um ginásio ou ao ar livre.

Em “Slam Dunk”, além de disputar pontos, o protagonista Hanamichi Sakuragi briga pelo amor de uma garota. O mangá é um dos mais conhecidos do escritor e desenhista Takehiko Inoue, reconhecido mundialmente por “Vagabond” que conta a história do famoso samurai Musashi Miyamoto.

As histórias em quadrinhos de “Slam Dunk” foram publicadas pela Editora Shueisha na revista Shonen Jump entre 1990 e 1996, possuindo 276 capítulos, compilados em 31 volumes, sendo considerado um dos maiores sucessos das terras nipônicas. Chegaram a atingir a marca de 120 milhões de cópias vendidas. O trabalho é considerado um dos principais difusores do esporte entre os japoneses.

Em sua adaptação animada, “Slam Dunk” tem 101 episódios exibidos entre 1993 e 1996. Dirigido por Nobutaka Nishizawa, o mesmo de “Zatch Bell”, e produzido pelo estúdio Toei Animation, de “One Piece”, o anime fez a audiência da TV Asahi aumentar bastante, mesmo não seguindo fielmente o que é contado no mangá.

Enredo

O protagonista desta história é Hanamichi Sakuragi, um adolescente rebelde e rabugento que mesmo tendo mudado de escola, continua com uma maré de azar no amor. Metendo medo em seus colegas de colégio e sem conquistar nenhuma garota, Hanamichi se apaixona por Haruko Akagi, uma jovem que ama o basquete. Tentando impressioná-la, o garoto começa a jogar no time de sua escola, a Shohoku, e descobre que tem vocação para o esporte. Mesmo sendo forte e alto, características cruciais para o basquete, Hanamichi nunca havia jogado antes e só pensa em mirabolantes jogadas para impressionar Haruko. Isso resulta em um conflito com o capitão do time,- irmão mais velho de sua amada -, e uma rivalidade com Rukawa Kaede, um habilidoso e carismático jogador, além de dono do coração de Haruko.

slam dunk 2 modo meu

Misturando gêneros como ação, comédia, aventura e romance, “Slam Dunk” sabe retratar com perfeição os resultados de um trabalho árduo. Determinação, disciplina e superação são alguns dos pontos explorados, assim como conseguir driblar as diferenças com o objetivo da vitória. O trabalho em equipe e a amizade são recorrentes em toda a obra de Takehiko Inoue.

O basquete, assim como suas regras, regulamentos, posições e demais características são pontos de partida de vários arcos da história e servem como grande atrativo para fãs e admiradores do esporte também.

Outras mídias

O sucesso de “Slam Dunk” também o levou aos cinemas em quatro curtas animados, produzidos pela Toei Animation, entre 1994 e 1995. Os filmes são “Slam Dunk“, “Zenkoku Seiha da! Sakuragi Hanamichi“, “Shohoku Saidai no Kiki! Moero Sakuragi Hanamichi” e “Hoero Basukettoman Tamashii! Hanamichi to Rukawa no Atsuki Natsu“, todos servem de ponte entre os episódios da série animada.

Diversos jogos desenvolvidos pela Banpresto e produzidos pela Bandai foram lançados. Plataformas como Super Nintendo, Sega Saturn, Mega Drive e Sega Game Gear receberam os jogos “Slam Dunk”, “Slam Dunk 2” e “SD Heat Up”. Em 1995, a série ganhou até uma máquina de fliperama que se tornou sucesso no Japão.

Premiações

Em 1995, o mangá “Slam Dunk” ganhou o “Shogakukan Manga Award“, um dos maiores concursos do Japão. Já em 2007, foi declarado o mangá favorito na terra do Sol nascente , além de ser considerado um dos três grandes pilares responsáveis pela “Era de Ouro” da revista Shonen Jump, junto com “Dragon Ball” e “Yu Yu Hakusho”.