Modo Meu

Glee – Motivos para não odiar

02/12/2013 - Categoria: Séries - Autor(a): Mariana Fernandes

Glee

Já parou pra pensar por que você não gosta da Glee? Ah, fácil: é série de criança, é musical, coisa de menina. Ok, mas a pergunta para quem disse essas opções logo de cara é: “Mas você já assistiu pelo menos 2 episódios da série?” Se não, entenda por que eu parei com esse preconceito bobo e estou acompanhando a série.

Conheci Glee, acredito eu que como todas as pessoas que criticam a série, através das críticas de amigos que conheceram através de outras críticas de outros amigos e assim continua o ciclo vicioso. Nunca ouvi ninguém dizer que não gosta da série por que assistiu e não gostou ou com qualquer críticas construtivas sobre o não ter gostado, mas mesmo assim eu cai na onda e detestava a série sem motivo algum.

maxresdefaultA procura de pesquisa para o meu documentário que é focado em fama na internet (Followed) um amiga, a qual eu julgava por ser mais velha do que eu e assistir a série, me indica a citação de atriz principal que falava a necessidade de exposição na sociedade. Ok! É para o bem do documentário então vou ver e nessa brincadeira já estou na quarta temporada sem a mínima obrigação de continuar assistindo.

O que a maioria da crítica não diz é que a série tem 5 pontos importantes que a tira da rótulo de infanto-juvenil, que são:

1. Não é um musical forçado

No Glee as músicas não são cantadas do nada e sim quando necessárias. E possui uma temática um pouco mais adulta, além de quase não ter músicas autorais fazendo com que conheçamos a maioria das baladas atuais e dos anos 90.

2. LOSER

A série trabalha muito bem a cultura americana sobre o conceito “LOSER” que as pessoas tem tanto medo de serem classificadas e que trazem tantos problemas psicológicos a esse povo.

Glee3. Pré-conceito

Em quase todo episódio dá série o pré-conceito é visto e bem trabalhado, seja por homofobia, racismo, invalidez ou qualquer tipo de diferença, sempre é aprestando os dois lados da situação, de tal forma que possamos entender o que é passar por esses momentos.

4. Sonho

Por mais que o subtítulo da série seja relacionado a fama, acredito que a busca do sonho é muito bem desenvolvida, chegando a ser mais importante do que a própria fama.

5. Companheirismo

Estamos acostumados de ver na cultura americana os famosos grupinhos, mas quando se trata da mistura e convivência desse grupos sempre gera algo bem diferente do que é apresentado.

Depois desse 5 motivos para começar assistindo, desafio ao odiadores da série assistirem os 5 primeiros episódios, se não gostar pode criticar, mas dessa vez com propriedade. :)


Posts relacionados