Modo Meu

Revenge, tema massante, trama surpreendente

02/01/2013 - Categoria: Séries - Autor(a): Mariana Fernandes

Revenge no Modo MeuNo formato das clássicas séries de Setembro, Revenge deu o que falar com o pico de audiência em sua data de lançamento no canal ABC, não tendo algo assim desde Lost.

revenge1x01-2Um história que o assunto central em sua essência é vingança, normalmente tende a ser repetitiva e massante, pois quantos filmes, séries e novelas(oi oi oi) não contam a história de uma pessoa que presenciou ou não uma injustiça, muitas vezes seguida de morte, com um ente querido e foi atrás de vingança?! Em Revenge é a mesma coisa!

REVENGE_Y1_008_013A garota Amanda Clarke presencia a prisão do pai acusado injustamente de terrorismo por ter causado um acidente em um avião, vai para um “reformatório” onde vive até completar a maior idade, pouco tempo depois da morte de seu pai na prisão. Desacreditada na inocência de seu pai, ela encontra um amigo que lhe mostra a verdade e lhe trás a vontade de vingança, voltando a sua antiga casa como Emily.

REVENGE_Y1_009_020Apesar de um estilo massante, Revenge mostra um diferencial em sua trama que nos intriga a cada episódio. Extremamente viciante, a série aguça a curiosidade a cada trama concluída ou cada fuga e descoberta das intenções de Emily. Como exemplo dessa curiosidade, o episódio piloto começa com uma cena em que um dos personagem morre, mas na verdade essa cena só irá passar por volta do 15˚ episódio, nos prendendo a saber por que aconteceu aquilo.

REVENGE_Y1_009_005Revenge começou em Setembro de 2011 e atualmente está na segundo temporada e super bem criticada. Assisti a primeira temporada em dois dias de tanta empolgação e só tenho elogios a essa série que me surpreendeu demais. Então se estiver procurando uma nova série no estilo drama, pode começar com Revenge que essa eu aprovo com um olhar de vício.

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.

Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail;  Sério mesmo cara, manda aí! 

Você pode, o blog é nosso.


Posts relacionados