Modo Meu

Sobre Gênios com o livro Gêmeos da Lâmpada – O Poder do Faraó Akhenaton

14/05/2015 - Categoria: Livro - Autor(a): Israel Del Duque

Gêmeos da Lâmpada - O Poder do Faraó Akhenaton - resenha - modo meu - capa

Como prometido na minha resenha de Alif, o Invisível, hoje eu trago outro livro relacionado ao mundo dos gênios: O Poder do Faraó Akhenaton, primeiro volume da série infanto-juvenil Gêmeos da Lâmpada (Children of the Lamp).

(Off: vocês vão me perdoar, mas eu achei esse trocadilho do nome tão ruim que dá a volta e fica bom. É extremamente genial)

Neste livro acompanhamos a história dos gêmeos John e Philippa Gaunt, filhos de um casal abastado que mora numa mansão em Nova York. Tudo começa quando, numa ida ao dentista, os dois descobrem o precoce nascimento de seus dentes do ciso – afinal, os dois tem apenas 12 anos -, algo que sua mãe aparentemente já previa com certa antecedência. É então marcada uma data para que as crianças tirem os dentes e, num sonho compartilhado por eles durante o período de anestesia, os dois encontram com o tio, Nimrod, que pede para que os dois o visitem durante as férias.

Após uma série de acontecimentos estranhos, John e Philippa resolvem falar com os pais, que já haviam decidido mandá-los para uma colônia de férias, e pedem para ir sozinhos para Londres porque queriam passar um tempo com o tio que há tanto tempo não viam. Os dois conseguem a permissão e logo partem, animados para a viagem e curiosos com o pedido do tio, que os orientou a não dizer nada sobre o sonho que tiveram com ele.

Já em companhia de Nimrod, John e Philippa descobrem que são descendentes de uma antiga linhagem de djins da tribo dos Marid, e começam a compreender as coisas estranhas que aconteceram nos últimos dias. O tio explica que um tesouro perdido está prestes a reaparecer e, se cair nas mãos da tribo dos Shaitan pode acabar com o equilíbrio de poderes entre os djins, e fazer a balança pender para o lado do mal, gerando consequências catastróficas no mundo dos humanos.

Gêmeos da Lâmpada - O Poder do Faraó Akhenaton - resenha - modo meu - 01

Escrito por P.B. Kerr – pseudônimo de Philip Kerr, que é também autor de romances policiais adultos – o livro foi publicado aqui no Brasil em 2008, pelo selo Pavio, da Editora Rocco e a tradução ficou a cargo de Lia Wyler, que já conhecemos da tradução dos livros de Harry Potter, o que inclusive traz uma familiaridade no texto.

E falando em Harry Potter, é difícil não fazer algumas comparações com a série do bruxo mais famoso do mundo, pois aqui também temos o bem e o mal entrando numa disputa de poderes e, assim como os bruxos, os djins também vivem entre os humanos sem que ninguém saiba. Neste primeiro livro somos apresentados a esse mundo novo e vamos, junto com os gêmeos, aprendendo como ele funciona e quem são as criaturas de quem é melhor manter a distância.

Se você espera aprender um pouco mais sobre os djins, assim como em Alif, Gêmeos da Lâmpada satisfaz melhor nesse quesito justamente por ser o primeiro volume da série, porque mostra que o autor teve um trabalho de pesquisa e cuidado especial para construir esse universo, o que deixa o leitor confortável dentro de tanta informação.

Só é uma pena que apenas os três primeiros livros da série – A Djim da Babilônia (V.2) e O Talismã de Katmandu (V. 3) – tenham ganhado tradução. Eu gostei do primeiro livro, pretendo ler os outros dois e gostaria muito que a série tivesse sido concluída aqui no Brasil.


Posts relacionados