Modo Meu

Feita de Fumaça e Osso – Resenha

22/11/2013 - Categoria: Livro - Autor(a): Elizabeth Viana

feita-de-fumaça-e-osso-resenha-modo-meu

Devorei esse livro há alguns meses atrás, e não escrevi nada sobre ele até agora porque queria terminar de ler todas as outras continuações da coleção. Acontece que o terceiro livro só será lançado em abril do próximo ano, logo, eu achei melhor “falar” sobre ele agora.

Sempre que eu vou comprar um livro eu faço quatro coisas: primeiro eu observo bem a capa, mas nunca julgo um livro por ela, segundo eu leio o resumo atrás do livro, terceiro eu cheiro as páginas do livro e quarto, mas não menos importante, eu leio o primeiro capítulo, só por garantia. No caso desse livro eu não precisava ter feito nada disso, a primeira frase do livro já tinha me convencido: “Era uma vez um anjo e um demônio que se apaixonaram. A história não acabou nada bem.”, mas esse é meu ritual para com livros. O fato é que eu soube que valeria a pena… E me encantei com ele.

Laini Taylor, 41 anos, é uma escritora americana, seus livros são de fantasia e ela escreve mais para jovens adultos (eu de novo). O livro é Feita de Fumaça e Osso (Editora Intrínseca, 384 páginas, tradução – Viviane Diniz).

Feita de Fumaça e Osso narra, de maneira fácil e natural, a história cheia de mistérios de Karou, uma jovem estudante de arte em Praga, dona de vários cadernos de desenho repleto de monstros, que sem saber se envolve em uma guerra de outro mundo, um mundo cheio de seres alados e quimeras. Mas Karou não é uma garota normal ou comum, ela é dotada de habilidades que todos iam querer possuir e características que a diferenciam das outras garotas e que a torna o verdadeiro mistério. Um cabelo que já nasce azul, tatuagens de olhos estranhos nas mãos que machucam certos seres fantásticos, fala diversas línguas (nem todas humanas), luta como uma verdadeira ninja, e tem o “dom” de desaparecer de um lugar e surgir do nada em outro lugar, em qualquer lugar do mundo. E possui uma vida secreta, uma vida que ás vezes nem ela consegue acreditar. Nesse outro mundo, Karou é criada pelas criaturas desenhadas em todos os seus cadernos, coleta e negocia dentes, e ganha desejos. Mas ela não sabe quem realmente é, e essa dúvida a persegue, e as verdades começam quando o estoque de dentes de um demônio está gravemente baixo e enquanto manchas em forma de mão estão sendo marcadas em portas, parecendo que foram queimadas. E quando Karou é surpreendida por um olhar abrasador de um completo estranho. E depois disso, a história vai ficando muito mais interessante; as partes cheias de ação começam e o romance também, claro. E a vontade de saber o que acontece só vai aumentando, até que chega o fim, a gente entristece porque acabou, e mesmo sabendo que tem um segundo e que ano que vem tem o terceiro, a gente ainda fica triste por não poder ler logo.

Então, é isso aí. Feita de Fumaça e Osso é incrível (acho que eu já disse isso sobre outros livros, mas é assim mesmo, eu não tenho culpa se livros são tão bons… rsrsrsrs). A história toda é arrasadora, não tem nenhuma parte chata… É bom demais. Sabe aquela história onde você se apega mesmo aos personagens?! Pois é, é exatamente isso que acontece entre o leitor e Karou. Boa Leitura!


Posts relacionados