Modo Meu

dicaTag:

01/11/2012 - Categoria: Design - Autor(a): Mariana Fernandes

Quinta com cara de sexta e a expectativa do feriadão chegando nós faz pensar em o que fazer nesse tempo livre e nada melhor que tomar aquele café com os amigos em quanto colocamos os assuntos em dia. Aí vem a lembrança de uma das embalagens de café mais lindas que já vi.

Quando pensamos em café, logo nos vem a cabeça uma embalagem com variações de marrom por tudo que é canto, um cheirinho de café bem forte e um ar mais tradicional possível, mas a Martins Café não é assim e foi isso que me encantou.

Com o seu estilo repleto de design, a Martins Café tem como objetivo trazer o sabor de cafés especiais com uma proposta mais informal, atraindo um público que gosta de café, e não necessariamente entenda deles, para uma nova forma de pensar em café.

Achei o café em um site que normalmente pego referências de identidades visuais, o que me atraiu foi a irreverência de apresentar robôs em embalagens de café. Até então achei que tal tipo de inovação não era a cara de marcas brasileiras, mas por sorte a Martins é localizada em São Paulo e vende para todo o país. \o/ Por mais que eu ainda não tenha provado, acho que vale muito a pena conhecer novos sabores e principalmente quando se trata de café e embalagens bonitas!

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


09/10/2012 - Categoria: Utilidade Pública - Autor(a): Dyego Cruz

Fazendo Pauta no Modo Meu

Olá pessoas, depois de falar sobre vinhetas e audio, hoje vou dar algumas dicas sobre como montar e seguir uma pauta para o seu podcast.

Quando se pensa em começar um podcast, a primeira coisa que se pensa é o assunto que vai ser falado durante o programa, isso nada mais é do que a pauta ou roteiro, que geralmente é planejada em cima do tema principal do seu site/blog.

As dicas que tenho são:

Planeje os assuntos – tenha sempre guardado na gaveta três ou mais assuntos que que possam ser usados em programas futuros para o caso de ninguém conseguir ter uma ideia boa para o mais próximo.

Convide quem sabe – ninguém é obrigado a saber de tudo, e por mais que exista a internet, as vezes é bom ter um especialista sobre o assunto abordado no programa.

Pesquisar – esse é um quesito muito importante para o caso de você não conseguir o tal especialista ou não entender muito do assunto que foi escolhido

Aceite opiniões e inclusões – mesmo que você tenha tido um trabalho terrível para montar sua pauta, sempre espere que algum outro participante ou convidado acrescente algo, para que ele possa se adaptar e falar melhor sobre o assunto.

Seguindo o roteiro – claro que não é obrigatório sempre seguir a risca a pauta, pois ela serve apenas para que   o ouvinte e você não fique perdido, mas também não tente forçar uma volta ao assunto principal pois isso pode deixar o programa com um ar muito mecânico e chato.

Para ouvir um pouco mais sobre pauta, escutem o Metacast que foi reativado e dá muitas dicas sobre como montar um podcast e ainda irá indicar muitos outros podcasts.

 Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


27/09/2012 - Categoria: Rede Social - Autor(a): Dyego Cruz

Ifttt no Modo Meu

Com o surgimento de tantas redes sociais na internet, fica cada vez mais complicado se cadastrar e sair atualizando todas uma por uma. Para facilitar todo esse trabalho, existe o IFTTT. É justamente sobre essa ótima ferramenta que vou falar hoje.

O IFTTT é uma ferramenta web que faz a integração e automatização das suas ações em cerca de 50 redes sociais, dentre elas o Facebook, Instagram, Tumblr, Dropbox, Delicious, Evernote e outras.

ifttt Modo Meu 03

Provavelmente você está se perguntando onde está o twitter. Mas é que com a mudança de política de integrações da rede social, não é mais possível utilizar o IFTTT para reproduzir os tweets para outras redes, apenas o processo contrário.

ifttt Modo Meu 04

Como funciona?

Ifttt no Modo Meu 02

O processo de integração baseia-se no “if this then that” (se este, então, que). Se eu fizer uma tarefa em uma rede, faça uma ação na outra rede. Tudo isso com “recipes” (receitas) que você mesmo cria na ferramenta. Alguns exemplos seriam:

– Se eu postar uma foto no Instagram, então envie esta foto para o meu Dropbox.
– Se eu postar algo no facebook, então envie para o meu twitter.
– Se eu fizer um checkin no Foursquare, então guarde ele no meu Google Calendar.

E você pode fazer as “recipes” da maneira que lhe for mais conveniente e que facilite a sua vida para que não seja necessário sair por aí atualizando tudo de uma vez.

Espero que tenham gostado da dica, qualquer dúvida é só deixar um comentário que a gente responde.

Site IFTTTifttt.com

 Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


21/09/2012 - Categoria: Música - Autor(a): Pedro de Farias

Box Novas no Modo Meu

Oppa Gangnam Style! Tá todo mundo e rindo e tentando dançar( Eu SEI que você já tentou escondido em casa pelo menos uma vez, não precisa mentir) a Coreografia genial de PSY.

Mas como já diz o que linkamos na fanpage do blog, o post dos amigos do MHM, o clipe é muito mais que apenas engraçado, é sim uma crítica ácida ao estilo de vida “Wannabe” abundante no bairro de Gangnam, em Seul, Coréia do Sul.

“Quando pensamos que ele está numa praia, o clipe mostra que ele está num parquinho. Ao invés de andar de cavalo e jogar polo, ele anda num carrossel e brinca de cavalinho ( a coreografia mais bizarra e divertida dos últimos tempos). Ao invés de dança numa balada TOP ele dança num ônibus com turistas. Ele encontra a namorada dentro do metrô. Canta dentro de uma cabine de banheiro, sentado na privada “

Mas clipes de humor com mensagens em segundo plano não são novidade.

E o post de   hoje é somente com músicas que seguem o estilo: “Ria, mas preste atenção”.

Já falamos aqui do LMFAO. Aliás já vi, mais de uma vez, blogs referindo-se a PSY como “LMFAO Coreano”. E a comparação não poderia ser mais justa, além do estilo musical bem parecido o humor se faz presente nos dois artistas. Mas o tema é justamente o contrario, enquanto o Coreano fala de pessoas que tentam mostrar o não são para se adequar a um grupo da sociedade, na bela canção “I’m sexy and i know it” a dupla de Rappers californianos exalta justamente que não precisam se enquadrar em grupo algum. Já que a auto-sensualidade existente já basta para cativar a todos, destaque para o cabelo afro, o corpo musculoso (oi?) e claro, a dança sensual. Auto-confiança é isso gente!

O artista que tenho lembrança que na minha geração foi ícone em fazer clipes cômicos mas com muitas mensagens inteligentes era Eminem. Pra começar, ele fazia piada dele mesmo pelo fato de ser um rapper branco e raquítico, e justamente por isso ser adorado pela imprensa americana especializada em música (Leia-se MTV). Pois era mais fácil para eles “vender” um artista branco, ao contrario da maioria dos Rappers, que são negros. (Vale até lembrar que isso gerou um estilo musical novo, o New Metal, que mesclava rock com rap, e eu não estou lembrado de nenhuma integrante do Limp Bizkit, Korn ou Linkin Park negro, você lembra de uma banda do estilo que tenha?). Essa era a piada pronta que Eminem utilizava de forma genial. Fazendo que seus vídeos fossem transmitidos em abundância para as pessoas que ele criticava.

No mesmo assunto, quase todos os videos de Snoop Dogg tem algum tipo de humor ácido escondido (ou não). E na mesma época que Eminem surgiu, lançou uma música icônica com Dr. Dre (que foi o cara que lançou Eminem e 50 cent, vejam só).

O nome da música é “The next episode” e se referia justamente à afirmação da atitude black, dando ênfase ao uso da maconha (Que é cultural no sul da califórnia), essa música também é conhecida como “Smoke weed everyday” ou “Fume erva todo dia”. Sem levantar bandeiras pessoal, mas fazer passeatas para liberação ou proibição de maconha é uma coisa que definitivamente o mundo não precisa. E como tema recorrente em seus clipes, Snoop Dogg não se importa nem um pouco com tais movimentos, apesar de usuário.

No Brasil tínhamos  muito disso também, lembra de “Cachimbo da paz”, “Dança do desempregado” e  “Loira burra” do Gabriel. o pensador?

Bem fiquem à vontade para comentar alguma música /artista que poderia estar aqui também. Que quem sabe a gente faz outro. ;)

 Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


18/09/2012 - Categoria: Utilidade Pública - Autor(a): Dyego Cruz

podcast 02 Modo Meu

Então, como falei no último post sobre podcast no qual dei dicas sobre microfone e áudio, irei continuar a dar dicas sobre esse imenso mundo da podosfera, e como no final de semana passado nós do Modo Meu trabalhos nisso, hoje o assunto são as Vinhetas e chamadas.

É certo que a internet possui uma vasta imensidão de músicas e trilhas de todos os gostos possíveis  e impossíveis tanto para baixar quanto para comprar na internet, mas nada é melhor do que ter um amigo (e integrante do seu podcast) que tenha habilidades musicais o suficiente para poder CRIAR a própria vinheta e até as chamadas.

podcast 03 Modo Meu vinhetas

Também é muito mais certo que existem muitos podcasters por aí que dão dicas sobre como montar um podcast inteiro e tudo mais, mas para mim essa questão das vinhetas e chamadas são algo bem pessoal e intransferível, pois são elas quem dão um pouco mais de vida ao programa e que muitas vezes seguram o ouvinte pelo menos até a leitura de e-mails (parte que muita gente acha chata e costuma pular), sem contar a marca que você deixa.

podcast 02 Modo Meu vinhetas

Não é obrigatório trabalhar num roteiro para fazer essa gravação, pode ser tudo no improviso. Tem gente que pode achar que fica muito artificial usar um roteiro pra isso, mas nós fizemos assim e modéstia a parte ficou muito bom. :)

Por hoje é só, espero ter ajudado um pouco mais e qualquer dúvida pergunta aí nos comentários que mesmo se eu não souber dou um jeito de responder.

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.