Modo Meu

documentárioTag:

30/05/2016 - Categoria: Followed - Autor(a): Mariana Fernandes

1483265_260449617439651_191488037_n

Ponto e Vírgula: é o sinal de pontuação intermediário entre o PONTO e a VÍRGULA (daí o próprio nome). (…) responsável pela enumeração de orações, itens, termos. Pronto! Ponto e Vírgula é, essencialmente, ENUMERADOR. – fonte: Exame.com

O que isso? Agora o Modo Meu ensina português? Não caros gafanhotos, mas achei por bem fazer uma metáfora bacana com o projeto Followed e o ponto e vírgula que ele vai sofrer. :/

Para você que não sabe do que estou falando, em 2013 decidi que o meu projeto de conclusão de curso falaria sobre os famosos da internet e a influência que eles causam sobre os seus seguidores. Já que o Youtube estava crescendo tanto e eu sou apaixonada por filmes e trabalhos práticos, por que não um documentário sobre isso?! Assim surgiu o projeto “Followed – A influência das webcelebridades na Internet”, afim de falar sobre esse assunto não tão valorizado pelo mundo acadêmico e fazer algo que gerasse interesse do público interessado por Internet.

Daí começou o projeto! Fui para São Paulo, mais especificamente na CCXP de 2014 e consegui gravar com muita gente boa e influenciadora, como: a Luisa Clasen do Lully de Verdade, o Carlos Vivacqua do Cidade Gamer e agora também tem o Repúblika Pop (que é muito bom, fica a dica), Lucio Luis e Eduardo Sales do Papo de Gordo, o Tato Tarcan e o Prof. Maury do site Rede Geek, o Erico Borgo do Omelete, o Affonso Solano, a Flavia Gasi, a Danielle Noce, entre outros.

followed

Fiz de um tudo o que eu podia para que o projeto saísse o mais perfeito possível e não vou culpar ninguém, mas acabei me enterrando em tanta parte teórica que me foi pedido para eu eu focasse apenas na escrita do TCC. Ou seja, o que era para ser pático, virou mais um trabalho acadêmico com muitos parágrafos e nada visual/acessível, como eu pretendia, o que me desanimou bastante.

Após desse primeiro descontentamento, ainda me foi solicitado que todas essas pessoas que eu pesquisei, entrevistei e a muito custo tentei contato, fossem retiradas em troca de um único caso como exemplo. E foi assim que o meu trabalho que antes era gigante, cheio de boas referências e informações (por isso foi considerado pretensioso) virou um estudo de caso da dupla Jovem Nerd e Azaghal, por conta da sua variedade de conteúdo. :( Nada contra o estudo de caso ou a dupla, mas mudar da água para o vinho me matou.

Depois de uma banca sofrida, apresentando um trabalho que estava tentando acreditar e ouvindo opiniões ultrapassadas sobre uma internet que não existe mais, eu confesso que realmente desanimei. Desanimei da vida acadêmica, qual eu estava pensando em continuar, desanimei do projetos das imagens, do documentário e até do que eu havia planejado antes.

Toda vez que abro os impressos da banca e leio anotações com os dizeres de “ciberespaço”, ou algo como, “não é assim que funciona a Internet” e me vem um exemplo dos anos 90, me dá um extremo desgosto. Então acabo adiando e adiando e adiando, tanto que já fazem 2 anos que a bendita banca aconteceu.

Se aprendi alguma coisa é que nas próximas serei extremamente política quando se tratar de bancas, mas por enquanto vou dar um ponto e vírgula nesse projeto! Nem ponto final, pois acredito um dia a vontade toda vai voltar e esse trabalho será um estilo Boyhood, onde também mostro o crescimento ou sumiço de algumas webcelebridades. Nem só vírgula, pois não sei quanto tempos isso vai levar.

Mas por que você está me falando isso? Acredite se quiser, depois de tanto tempo, ainda recebo e-mail, mensagens e afins. Então, já que eu falei tanto em podcasts e afins, acho que está na hora de dar uma satisfação.

Agradeço quem acompanhou, e se quiser me chamar para conversar sobre isso, sinta-se a vontade! :D


27/11/2014 - Categoria: Games - Autor(a): Angelo Fonseca

História dos gráficos nos games - modo meu - capa

E aí leitores do Modo Meu, Blz?

Bom, fuçando um pouco por essa tal de Internet, hehehe….encontrei por acaso esse documentário que fala um pouco sobre a evolução dos gráficos nos games, desde seus primórdios nos anos 70 até os mais atuais como Destiny.

O documentário está todo em inglês, mas é só ligar as legendas que ajuda bastante para quem não tem domínio.

Segue os cinco episódios, bem curtos mas muito interessante para nós…amante dos games!

Vale conferir….Abraço a todos!


01/01/2014 - Categoria: Followed - Autor(a): Mariana Fernandes

Prioridades para não perder tempo

Depois de duas semana praticamente trancada me dividindo entre livros, trabalho e cinema – sim, cinema por que referência é tudo – no primeiro dia do ano volto para falar sobre os processos do documentário, principalmente agora que falta tão pouco tempo para o início das gravações em São Paulo.

Fazendo os meu planejamentos de início de ano, que a propósito está no meu outro blog, percebi que possuía uma dica  dentre as que eu dei a qual não estava cumprindo que é a de publicar seus projetos. Passei tanto tempo entre livros e decisões de equipamentos que acabei deixando o blog de lado e pensando que seria melhor recomeçar em Janeiro e aqui estou, como poucas novidades de dias monótonos com cara nos livros, mas o vídeo já está sendo editado e a série começa finalmente nessa segunda eu espero.

Boa sorte para todos.


03/12/2013 - Categoria: Followed - Autor(a): Mariana Fernandes

Bancas de Tcc

No dia 02 de Dezembro começaram as famosas bancas de TCC na faculdade em que estudo, tempo que vejo muitos alunos com olheiras e caras abatidas andando pelos corredores da faculdade, mas por outro lado repentinamente ouço gritos de alegria dos “novos formandos” e de seus amigos. Novamente estou no período mais bipolar do semestre e o meu dia está chegando, sem eu ao menos saber como é estar na frente das três pessoas que irão dar um fim e um início aos meus ciclos de vida, ou não, mas tenho que pensar positivo.

Para mudar essa situação, hoje assisto minha primeira banca, de um documentário, para ter uma ideia de como é apresentar um produto em que você não apresenta na hora e tem que rezar para que os professores ainda lembrem do que você está falando. Sim, foi isso que você entendeu, defender um documentário na banca é uma das coisas mais difíceis de se fazer (eu acho), pois é preciso entregar o produto uma semana antes da apresentação e no dia temos 15 minutos para defender o que foi feito, sem ver a reação dos professores e deixando os demais sem entender o que está sendo apresentado.

Espero que as bancas que eu irei assistir me deixem bem motivada, pois odiaria ver um drama de gente saindo chorando de sala (isso acontece e me dá medo), pois do jeito que estou que nem mulher grávida é bem capaz que eu chore mais do que o aluno em questão.

Sorte a todos na semana do TCC!


23/10/2013 - Categoria: Followed - Autor(a): Mariana Fernandes

Aceitações - Followed

Há quase um ano coloquei na cabeça que iria fazer um documentário, muito pela influência de uma amiga, pois ela estava fazendo como TCC e eu eu estava gostando do processo que eu via, tipo pesquisar sobre uma câmera boa, falar o dia todo sobre o assunto e ficar dando pitaco.

Na época parei para pensar no que eu estava vivendo, trabalhando como designer para o Iradex, conhecendo amigos bem populares na internet e planejando a minha primeira viagem a sonhada Campus Party Brasil. Por que não falar desse mundo que eu vivo, por que não falar desses famosos o qual admiro por ir com toda garra e fazer o que gosta no lugar de ficar se lamentando?

Então ok! Vou falar sobre celebridades na internet, mas focado em que mesmo? Vish, não faço a menor ideia. No começo desse ano eu passei a ler, reler, ler de novo, corrigir, justificar, definir e corrigir mais um vez até chegar em um projeto de pesquisa o qual a minha ex-orientadora (infelizmente, pois ela só pode orientar na cadeira de PE) ficou super empolgada a pondo de me chamar esse semestre para explicar como estou me organizando para conseguir elaborar esse projeto.

Mas o que não posso esquecer é dos amigos que apoiaram e sem pensar duas vezes toparam participar do documentário só com a minha alegria dada em troca. A um semana comecei o projeto no facebook e noto que tem alguns curiosos para saber quem já topou e quem eu ainda desejo falar.

Obrigada os amigos Carlos Tourinho do Pauta Livre News, Eduardo Sales do Papo de Gordo, Jurandir Filho do Cinema com Rapadura e Ph Santos do IRADEX.net que já disseram esse SIM! Em breve farei um lista de quem ainda desejo entrar em contato e quem desejar dar pitaco, pode dizer quem você gostaria de ver no Followed.