Modo Meu

FlashTag:

21/09/2016 - Categoria: Games - Autor(a): Dyego Cruz

doors-and-rooms

Depois do sucesso estrondoso das salas misteriosas qual você é trancado em uma sala, por 60 minutos, e para sair, precisa descobri pistas que levam a fuga, a moda também chegou nos jogos para smartphone.

Mas esse tipo jogo surgiu muito antes dos nossos tão queridos e amados smartphones, na época em que ainda nem existia youtube e tudo que conseguíamos ver de animação na internet eram feitas com FLASH. Isso mesmos, esse negócio que hoje já foi descontinuado por praticamente todos os navegadores e está cada vez menos sendo utilizado pelos desenvolvedores (até mesmo o Google já parou de utilizar ele nos anúncios do AdSense).

A ideia original do jogo surgiu em 1988, mas que só veio se popularizar de verdade em 2004, com o jogo de Toshimitsu Takagi, chamado “Crimson Room“, que se espalhou por vários sites na internet.

crimson-room

O objetivo do jogo é praticamente colocar o usuário dentro de uma sala e ele tem que escapar, e no modelo atual dos jogos como The Doors & Rooms para smartphone (que tem umas duas continuações muitos outros jogos variados, mas com mesma temática), o jogador recebe algumas recompensas e pode comprar algumas dicas do que fazer quando o negócio está ficando cada vez mais complicado e difícil de achar as pistas para sair. Modelo clássico, afinal quando acabam as moedas do jogo, ele joga logo na sua cara a opção de pagar com dinheiro de verdade por mais moedinhas.

Agora a nova febre baseada em todos esses jogos, são as “casas” de Scape Rooms que estão sendo a mais nova moda aqui no Brasil, e que a Mary e eu até tivemos a oportunidade de conhecer e jogar. Infelizmente não dá para mostrar o que acontece lá dentro, mas vou deixar o link pra você ver os depoimentos de quem participou.

Escapando do corredor da morte no Escape 60 de Fortaleza

Mas aí você agora deve estar se perguntando “Esse negócio é igual ao jogo virtual?”. E é aí onde o negócio fica mais interessante, pois ao contrário do jogo virtual, que é individual e em sua maioria não tem contagem de tempo. Nesse você vai com um grupo de amigos e tem apenas 60 minutos para conseguir escapar.

escape-room-boom-20160921

Outra grande diferença é que existem várias salas temáticas para você escolher, desde um prisioneiro no corredor da morte, até quartos de hotel mal assombrados. É realmente o virtual saindo para a realidade e conquistando público, pois só o que se vê por aí na internet é a galera compartilhando e assim como eu, querendo um repeteco, pois é realmente muito massa estar lá dentro de uma sala com os amigos e tentando juntar todas as peças para resolver os enigmas e conseguir sair antes de terminar o tempo.

Então se você gosta de um bom desafio e treinar a sua capacidade de manter a calma para pensar no que fazer em situações difíceis, estas salas são perfeitas para testar a sua “frieza e calculismo” e seu espírito de equipe, pois eu se eu (criatura estressada, afobada e ansiosa) consegui abrir um cofre para “salvar as vidas” dos participantes, imagina o que você não consegue fazer. ;)