Modo Meu

Grace and FrankieTag:

25/10/2015 - Categoria: Canal Modo Meu - Autor(a): Mariana Fernandes

Review Semanal #01_MODO MEU

Começando o primeiro review da semana, vamos falar sobre o que saiu no blog nessa semana e de notícias no universo pop pelo o mundo. Dessa vez, não poderíamos deixar de comentar sobre Star Wars, Gilmore Girls, o lançamento do tênis do “De volta para o Futuro” da Nike, a nova música/clipe da Adele e o novo trailer da série Jessica Jones, vamos ver:

Posts da semana:

Links comentados:

Siga nas redes:
Facebook: https://www.facebook.com/ModoMeu
Twitter: https://twitter.com/ModoMeu
G+: https://plus.google.com/+Modomeu
Instagram: https://instagram.com/modomeu/
Snapchat: modomeu

 


20/10/2015 - Categoria: Séries - Autor(a): Mariana Fernandes

Grace-and-Frankie-capa

Encontrar séries sem nenhuma indicação é um dos meus hobbies favoritos, quem lê as minha resenhas de série à algum tempo, sabe que a maioria das que eu indico acabam sendo mais por achado do que por indicação. Tem vezes que passo horas e horas zapiando o bendito Netflix até encontrar uma preciosidade, como o caso de “Smash” ou “Não Confie na Vadia do 23”, e outras que simplesmente me aparecem de mão beijada como “Unbreakable Kimmy Schmidt” e o meu novo amor “Grace and Frankie” (p.s.: será coincidência as duas serem do Netflix?), que eu vou contar mais pre você agora!

Como comentei logo acima, “Grace and Frankie” é uma das mais novas séries originais do Netflix, lançada em maio de 2015, que veio para sambar na cara de sociedade. Pois por mais que seu gênero seja comédia, temas super atuais são lançados na nossa cara de uma forma que nos faz parar para pensar o básico: “E se fosse eu?”.

robert-sol-gf

O seriado conta a história de duas senhoras muito bem casadas a 40 anos, Grace (Jane Fonda) e Frankie (Lily Tomlin), que se odeiam por terem estilos bem diferentes e passam por uma situação bem peculiar. Seus respectivos maridos, Robert (Martin Sheen) e Sol (Sam Waterston), sócios de uma empresa de advocacia, assumem estarem apaixonados e namorando há 20 anos e agora querem se reparar para poderem casar.

Uma situação ótima para aquela música da Maísa: “Meu mundo caiiiu”, já que depois de 40 anos da casadas as duas já tinham mais do que certeza que o “Até que a morte nos separe” era válido para os seus relacionamentos. Aí vem as dores de cabeça de ter que explicar para os filhos, amigos e família uma coisa que as duas nem sabiam por onde começar. Além de que só elas, que se detestavam, poderiam entender uma a outra e a melhor maneira de superar era juntas.

grace-and-frankie

Em relação a diferença que eu já falei mais acima, Frankie e Sol eram um casal mais hippie, acolhedor, amante de arte e super apoiadores do natural, com dois filhos adotados de nomes estranhíssimos, já Grace e Robert viviam de aparências, luxo, um estilo de vida bem “ricos esnobes” e tinham duas filhas “perfeitas”. Essa diferença faz com que a história fique cada vez mais interessante, pois além das duas mulheres terem que se aturar para superar juntas a separação, os homens passam a se conhecer melhor e entender que nem tudo são flores.

07-lily-tomlin-grace-frankie.w750.h560.2x

Ok, você me contou a história, mas o que garante que vai ser boa? Bem, além dos atores magníficos e ser uma produção do nosso amado e idolatrado Netflix, a séria é uma criação de Marta Kauffman a criadora de nada mais nada menos que “Friends” e Howard J. Morris o criador de “Eu, a Patroa e as Crianças”, ou seja, não pode sair ruim (confie que eu já assisti). Além do que, só são 13 episódios de 25 minutos, ou seja, dá para ver tudo em um dia sem ser muito asilado, como eu.

grace-and-frankie-netflix-list

O que mais me impressionou é que por mais tempo que “Grace and Frankie” tenham desde seu lançamento e a nota alta no IMDB, a série tem poucas críticas brasileiras, mas parte boa é que com isso não tem spoilers para lidar pela Internet afora. Ahhh, eu quase ia me esquecendo, a segunda temporada já foi confirmada! Veja o trailer. Espero que goste, me diga o que achou e se acontecesse com fosse, o que faria, ok?!