Modo Meu

Lindsey StirlingTag:

07/04/2015 - Categoria: Música - Autor(a): Mariana Fernandes

Pentatonix_Modo Meu

Não é de hoje que sabemos como o Youtube facilita a vida dos criativos, dando oportunidades a quem se arrisca pela rede social. Desde pequenos vlogs, programas e tutoriais, até o ramo da música que vem se atualizando a cada segundo para não ficar para traz. Nessas oportunidades é que um vídeo passa a ser um viral nacional ou mundialmente reconhecido (o Psy que o diga) dando visibilidade aos demais trabalhos do viralizado. E foi assim que a maioria de nós conheceu o quinteto Pentatonix.

Inicialmente formado em 2011 por três integrantes, Kirstie Maldonado, Mitch Grassi, e Scott Hoying, com objetivo de passar no concurso que garantia uma entrada para a série Glee, o que infelizmente não aconteceu, porém instigou o trio a continuar a perseguir os seus objetivos, assim começaram a fazer vídeos para o Youtube. Ao mesmo tempo que se dedicavam a carreia, Kirstie e Scott também cuidavam dos estudos, formando-se em diferentes áreas da música, o que os aproximou dos outros dois integrantes: Avriel KaplanKevin Olusola, um pouco mais reconhecidos no campo da música.

Pelo menos aqui no Brasil o Pentatonix estourou com o vídeo “Evolution of Music”, lançado em 2013, onde por um bom tempo foi compartilhado (cheguei até a comentar da versão parecida de cover do N’sync, aqui, lançada na época), mas infelizmente como todo viral, é esquecido logo logo e o trabalho da banda não é tão valorizado.

O que você não sabe é que em 2011 o quinteto foi vencedor do reality “Eye of the Tiger” e junto com o prêmio ganharam um contrato com a Sony, o que rendeu quatro álbuns até agora. Os quatro possuem característica cover, mostrando uma versão do quinteto sobre todas as músicas apresentadas, sendo o último um especial de natal.

Atualmente o grupo apresenta clipes de músicas autorais no Youtube, além de participações em trabalhos como o de Lindsey Stirling (qual já falamos dela aqui, aqui, aqui e aqui), o que mostra que o talento deles não está apenas para versões de musicais. Caso queira conferir mais de perto as obras de Kirstie, Mitch, Scott, Avriel e Kevin, vale ressaltar que todos os álbuns estão disponíveis no Rdio (aqui), ou pelo próprio canal do Youtube deles (aqui).

Espero que goste e dê uma chance para o meu quinteto predileto! ;P


02/04/2015 - Categoria: Música - Autor(a): Mariana Fernandes

instumentistas_Modo Meu

Sabe aquela conversa de que vocalista é quem conquista a galera e que os demais nunca tem tanta atenção? Bem, não é sempre assim, pois temos alguns casos dentro de bandas em que o instrumentista tem tanta atenção quanto a galera da voz bonita, como os senhoritos das guitarras Slash, The Edge e Edgard Scandurra, ou o baixista Flea do Red Hot, entre outros músicos.

Mas hoje vou falar de uma galera mais chamativa ainda, pois não basta ser uma estrela, tem que ter toda uma constelação! Sim, instrumentistas que arrasam na carreira solo e acabam chamando mais atenção do que os próprios vocalistas, que na teoria deveriam ser mais queridinhos.

Tenho que lembrar que a idéia desse post surgiu do ouvinte Pedro Sena, que nos pediu para falar de algumas músicas para ouvir enquanto está lendo. Na verdade, eu não escuto música enquanto estou lendo, pois eu me embananaria toda na tentativa, mas, contudo, porém, entretanto as músicas instrumentais são uma ótima dica para quem tem esse talento de ouvir música enquanto lê, espero que goste.

1º. Joe Satriani – Guitarra

O queridinho da galera do metal – uhuuuu! -, além de ter formado uma carreira solo bem estruturada, o que rendeu estar entre os melhores guitarristas do mundo, ele também foi professor de instrumentistas com Kirk Hammett e Steve Vai.

Já deu para sacar que você vai ouvir muito metal, quando se trata do músico, o que é uma ótima opção para quem está lendo histórias com mais ação. #ficadica

2º. Herbie Hancock – Piano

Para você que não conhece, Hancock é um dos monstros do Jazz que antes de possuir carreira solo trabalhou com outros mestres da música, como: Wayne Shorter, Ron Carter e Tony Williams, um quinteto marcante para a história do Jazz.

O jazz pode ser bem animado ou lento, então indico esse estilo para quem está lendo histórias mais calmas de romance ou até sobre o próprio estilo musical, o que vai fazer você entrar no clima!

3º. Santana – Guitarra

Você pode não conhecer logo de cara Carlos Santana, mas com certeza já ouviu o trabalho dessa lenda viva. Com mais de quarenta anos de carreira, o guitarrista é considerado um dos maiores instrumentistas da geração e já teve zilhares de músicos famosíssimos participando dos seus álbuns. Sim, foi isso que você leu, não é ele que é participante do trabalho dos outros e sim, os super famosos que fazem fila para trabalhar com ele. Um desses trabalhos em conjunto que mais amo é a música “Just Feel Better” com o vocalista Steven Tyler.

O Santana possui parceria com vocalistas, mas também tem uma parte instrumental, qual indico para quem quer ler coisas sobre a cultura ou histórias que se passam no México. Acredito ser muito o clima da leitura e ficar bem mais divertido.

4º. Lindsey Stirling – Violino

Já falamos aqui, aqui e aqui sobre a instrumentista que além de violinista é musa da internet, pois foi assim que ela conseguiu toda essa fama realmente merecida. Lindsey tem um estilo bem eclético e inicialmente se apoiou em músicas já conhecidas e veneradas no mundo nerd, mas atualmente já possui trabalho autoral igualmente arrasador, por isso é fácil variar de estilo literário quando a escuta. De romance a terror, provavelmente você vai encontrar o seu predileto.

Enfim, esses são os músicos que eu realmente ouviria em minhas leituras, claro se eu não tivesse a concentração de uma criança de três anos de idade! ;D  Procurei trazer pessoas que realmente tem um grande trabalho, para que você possa conhecer, mas outras ótimas opções são ouvir só o instrumental de músicas que possuem letra, tipo Beatles, o que é fácil de encontrar as versões, ou se jogar nas trilhas sonoras, onde com certeza vai ser mais fácil casar o estilo de música com o tipo de leitura!

Boa leitura e boa música!


19/08/2013 - Categoria: Música - Autor(a): Dyego Cruz

Ice-Winter-Violins-Lindsey-Stirling

Muito se tem falado e ouvido falar sobre o belíssimo trabalho feito por essa violinista, cantora, dançarina e compositora nascida em Santa Ana, Califórnia – USA, chamada Lindsey Stirling, mas depois de algum tempo sem dar uma olhadinha no seu canal do youtube, fiquei ainda mais impressionado com o que encontrei.

Para quem não sabe, Lindsey toca violino e faz performances como já não se vê muito mundo afora em músicas temas de filmes(Star wars, O Senhor dos Anéis, Missão Impossível), jogos(Assassin’s CreedLegend of Zelda, Halo, Skyrim) e também tem seus trabalhos autorais que não deixam nada a desejar como o seu primeiro Álbum.

Em vários trabalhos atuais ela tem se juntado com o Peter Hollens, que além de compositor é produtor, o que fez melhorar ainda mais a junção das músicas e performance de Lindsey, pois nos novos trabalhos que vi no canal do Youtube dela, fiquei muito impressionado com tudo.

Agora parando com essa babação toda, assistam os vídeos e digam pra gente o que acharam nos comentários ou por e-mail(contato@modomeu.com).


28/09/2012 - Categoria: Música - Autor(a): Pedro de Farias

Lindsey Stirling no Modo Meu

Já falamos de Lindsey Stirling por aqui, a fantástica garota que toca violino magistralmente enquanto dança e faz caras e bocas.

Acontece que agora temos um lançamento palpável da menina para saborearmos melhor seu trabalho, além dos vídeos no youtube, singles e participações com outros artistas, claro.

Lindsey Stirling Modo Meu 02

É seu disco de estréia, auto-intitulado. Uma incrível mistura de violino clássico e música eletrônica. Ao contrário das músicas que a gente costuma falar por aqui, que sempre têm um pouco de eletrônico, mas de forma sutil, “Lindsey Stirling” É um disco de música eletrônica do começo ao fim, sem firulas e até mesmo sem nenhum virtuosismo eletrônico à la Skrillex. Como esperado, o único virtuosismo, E NÃO É POUCO, por aqui é aplicado inteiramente ao violino.

Os temas são simples, as músicas até mesmo são um pouco parecidas entre si, mas sempre se desenvolvem muito bem, contagiando e prendendo a atenção; Não lembro a última vez que um disco solo de um guitarrista da nova geração me causou essa sensação. Mesmo passeando por momentos agitados e outros mais calmos o disco não perde o pique. Ah, como não poderia deixar de ser, tem muito Dubstep! Entre as rajadas de notas velozes disparadas violindo de Lindsey.

Os destaques são “Elements” onde a referencia são os elementos da natureza, tendo um tema para cada elemento e “Crystalise“, que eu não faço ideia de por que tem esse nome.

Conheço gente que gosta de colocar música instrumental como música ambiente para receber os amigos, não vai funcionar colocar Lindsey, a não ser que você queira ser interrompido para contar que disco fantástico é esse.
Esse disco é uma bela surpresa, pois agora temos certeza que Lindey não precisa dançar para impressionar.

Nota: 10 violinos de cristal. 

Link do iTunes: http://itunes.apple.com/us/album/lindsey-stirling/id562100121

 UPDATE:

Canal do youtube: http://www.youtube.com/user/lindseystomp

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


13/02/2012 - Categoria: Música - Autor(a): Mariana Fernandes

Primeiramente tenho que pedir desculpas pela ausência. Uma vez li em um site que não se deve pedir desculpas ao leitor por ausência e sim nunca cometer esse tipo de erro, mas infelizmente todos temos problemas e infelizmente problogger está longe do meu status.

Para compensar essa sexta perdida eu lhes apresento Lindsey Stirling, a violinista mais criativa e divertida de se ver.

Normalmente músicas que levam um bom violino logo se rementem a música clássica, o que faz muita gente não olhar com bons olhos, mas Lindsey conseguiu mudar isso gravando vídeos com o seu estilo inovador de tocar e as referências ela traz nas músicas escolhidas.

Já que as músicas instrumentais mais amadas são aquelas ligadas a jogos, filmes, séries e por ai vai, por que não tocar essas músicas?! E já que boa parte das pessoas que vão olhar gostam do que está ligado a elas, por que não fazer cosplays e performances para ficar mais legal?! Então, já que vai ter toda uma produção e uma ideia bem bacana, por que não gravar o vídeo em uma lugar lindo para deixar a galera ainda mais no clima?! Foi o que Lindsey fez e ficou brilhante.

O seu vídeo mais falado foi o da música tema de Zelda em que a garota faz cosplay de Link do jogo Zelda, muito bem feito por sinal, levando os fanáticos pelo jogo ao delírio, além de outras que não deixa a desejar.

Confira os vídeos e só assim vai saber o quanto e lindo o trabalho de Lindsey Stirling.

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.