Modo Meu

netflixTag:

26/02/2017 - Categoria: Fotografia - Autor(a): Mariana Fernandes

Lá vem a diferentona vindo fazer 6 on 6 em pleno dia 26, e como não era de se esperar com aqueles carnavais sem sair do sofá.

Pois é minha gente, o meu carnaval é uma daqueles que a gente espera, espera, espera para chegar e aproveitar os momentos de acordar um pouco mais tarde, passar o dia deitado se quiser, maratonar aquelas séries que estavam deixadas de lado e colocar a casa nos eixos, já que não dá tempo pra fazer isso na semana.

Vamos começar pela parte chata dos grandes feriadões: faxina e super mercado. Todo grande feriado precisa da fase de estocar comida e porque não mostrar a minha realidade, não é mesmo?! Depois de passar um dia fazendo faxina, o segundo dia de Carnaval foi a vez do supermercado. Eu sei, eu sei, é chato, mas vale a pena passar os outros dias sem se preocupar com o que pode faltar.

Quando acaba a parte chata, cheias de obrigações é que chegam as partes boas. Descansar, maratonar filmes e séries no Netflix. Que por sinal vou deixar o link de alguns vídeos com dicas de de filmes e séries para você que está aí sem saber o que ver.

Filmes do John Hughes

– Séries pouco faladas

– Filmes da vida

Mas para quem está cansado de tanta maratona, ainda tem jogos e o Oscar (espero que o esqueleto de desenho tenha representado bem) chegando para deixar os dias menos tediosos com os desfiles e notas das escolas de samba.

Ah, não esquece de ver o post da galera do grupo e ganhar mais dicas de brinde! :D

Romantize-se | Console cor-de-rosa | It’s Me, Mari | My Secret Books | Maricota Cara de Ricota


10/01/2017 - Categoria: Canal Modo Meu - Autor(a): Mariana Fernandes

A nova série do Netflix, adaptada da série de livros Desventuras em Série estreia dia 13 de Janeiro de 2017. E para quem está naquela ansiedade de ver Neil Patrick Harris e sua turma, ou já viu a temporada inteira e está naquela deprê de ter que esperar um ano para a próxima. Hoje falamos um pouco dos atores principais e dos trabalhos que cada um fez antes da série.

Filmes e séries comentados:

Neil Patrick Harris – Count Olaf / Shirley / Stefano / Captain Sham

  • American Horror Story – Temporada 4 (2014)
  • Os Muppets
  • Os Smurfs 1 e 2
  • Glee – Temporada 1 (2009)
  • How I Met Your Mother (2005 – 2013) – dirigiu a 5ª temporada
  • Law & Order – Temporada 9 (1998)
  • Os Simpsons – 3 temporada (1991)
  • Doogie Howser, M.D – 1986 (1993) – Primeiro papel

Malina Weissman – Violet Baudelaire

  • Virei um Gato (2016)
  • Supergirl – Temporada 1 (2015)
  • As Tartarugas Ninja (2014) – Primeiro papel

Louis Hynes – Klaus Baudelaire

  • Desventuras em Série (2017)
  • Barbarians Rising SÉRIE (2016) – no IMDB – Primeiro papel

Patrick Warburton – Lemony Snicket (O escritor)

  • Rules of Engagement (2007 – 2013)
  • A Nova Onda de Kronk (2005)
  • A Nova Onda do Imperador (2000) – era o Kronk que gerou filme ^
  • Pânico 3 (2000)
  • Seinfeld – Temporada 6 e 9
  • Quantum Leap – Temporada 3 (1990) – Primeiro papel

Joan Cusack – Justice Strauss

  • Shameless (2011-2015)
  • Os Delírios de Consumo de Becky Bloom (2019)
  • Escola de Rock (2013)
  • Toy Story 2 e 3 – Jessie
  • Nove Meses (1995)
  • Corina, Uma Babá Perfeita (1994)
  • A Família Addams 2 (1993)
  • Cuidado com Meu Guarda-Costas (1980) – Primeiro papel

Catherine O’Hara – Georgina Orwell

  • Schitt’s Creek (2015-2017)
  • Desventuras em Série (2004) – FILME
  • Esqueceram de Mim (1990)
  • Os Fantasmas Se Divertem (1988)
  • Depois de Horas (1985) – Primeiro papel

Cobie Smulders – Béatrice Baudelaire

  • Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D (2013)
  • Os Vingadores – The Avengers (2012)
  • How I Met Your Mother (2005-2013)
  • Smallville – Temporada 4 (2004)
  • Jeremiah – Temporada 1 (2002)

Vídeos anteriores:

Modo Meu nas redes:

Facebook: https://www.facebook.com/ModoMeu
Twitter: https://twitter.com/ModoMeu
G+: https://plus.google.com/+Modomeu
Instagram: https://instagram.com/modomeu/


04/10/2016 - Categoria: Canal Modo Meu - Autor(a): Dyego Cruz

por-onde-andaram-os-atores-de-gilmore-girlGilmore Girls se passou e como agora em 2016 teremos um “revival” produzido pelo Netflix, chamado Gilmore Girls: A Um Ano para Recordar (A Year in the Life no original). No  vídeo de hoje você vai ficar sabendo por onde cada personagem (dos principais, é claro) andou no mundo do cinema e das séries. Lembrando que se você ainda não viu a série, faça como nós e aproveite para assistir as SETE temporadas que estão disponíveis no Netflix.

Segue a lista dos filmes/séries falados no vídeos:

Lorelai Gilmore (Lauren Graham)

  • Parenthood (2010-2015) – Sarah Bravemam
  • Se Enlouquecer, Não se Apaixone (2010) – Lynn
  • A Volta do todo poderoso (2007) – Joan Baxter
  • Doce Novembro (2001) – Angelica

Lorelai “Rory” Leigh Gilmore (Alexis Bledel)

  • O casamento de Verdade (2015) – Kitty
  • Vivendo na eternidade (2015) – Winnie
  • Sin City – A cidade do pecado (2005) – Becky
  • Quatro amigas e um jeans viajante (2005) e 2 (2008) – Lena
  • Recém-formada (2009) – Riden Malby

Emily Gilmore (Kelly Bishop)

  • The Good Wife (7ª Temporada – 2015) => Bea Wilson
  • Dirty Dancing – Ritmo Quente (1987) – Marjorie Houseman

Richard Gilmore (Edward Herrmann)

  • Os garotos perdidos (1987) – Max
  • Riquinho (1994) – Ricardo Rico

Luke Danes (Scott Patterson)

  • Jogos Mortais 4 (2007), 5 (2008) e 6 (2009) – Pertter Strahm

Lane Kim (Keiko Agena)

  • Transformers: O Lado Oculto da Lua (2011)
  • Meu Trabalho é um Parto (2009)

Kirck Gleason (Sean Gunn)

  • Guardiões das Galáxias 1 (2014) e 2 (2017) => Rocket Racoon
  • Super (2011) – Toby

Paris Geller (Liza Weil)

  • How to get away with murder (2014 até agora) => Bonnie Winterbottom
  • Scandal (1 Temporada)- Amanda Tanner
  • CSI: Crime Scene Investigation (9ª Temporada – 2008) – Risa Parvess
  • Grey’s Anatomy – Temporada 5 – Allison Clark

Dean Forester (Jared Padalecki)

  • Supernatural (2005 até agora) – Sam Winchester
  • A casa de cera (2005) – Wade
  • No Pique de Nova York (2014)- Trey Lipton

Jess Mariano (Milo Ventimiglia)

  • Gotham (1ª Temporada – 2014) = > Jason Lennon
  • Heroes (2006 – 2010) – Peter petrelli
  • Gamer (2009) – Rick Rape
  • Rocky Balboa (2006) => Filho do Rocky Balboa

Logan Huntzberger (Matt Czuchry)

  • The Goodwife (2009 – 2016) => Cary Agos

Sookie St. James (Melissa McCarthy)

  • Caça-Fantasmas (2016) => Abby Yates
  • Mike & Molly (2010 – 2016) – Molly
  • A espiã que sabia de menos (2015)

Vídeos recentes:

Modo Meu nas redes:

Facebook: https://www.facebook.com/ModoMeu
Twitter: https://twitter.com/ModoMeu
G+: https://plus.google.com/+Modomeu
Instagram: https://instagram.com/modomeu/
Snapchat: modomeu


28/09/2016 - Categoria: Filmes - Autor(a): Dyego Cruz

terapia-do-sexo-thanks-for-sharing-gwyneth-paltrow-mark-ruffalo-01

De vez em quando, entre as séries que estou assistindo cada vez mais, me encontro procurando um filme no Netflix para desopilar e relaxar, e a bola da vez é sobre um assunto que para muitos é absolutamente normal, mas para outros é algo que não se pode nem mesmo falar. Que é sobre o sexo.

Não é de hoje que nossa sociedade tem um grande problema com a educação sexual e os pais (pelo menos a maioria) evitam conversar sobre o assunto. E com filmes, séries e principalmente a internet jogando na sua cara a todo instante a sexualidade. Fica cada vez mais fácil do vício acontecer.

pink-nos-bastidores-do-filme-thanks-for-sharing

Sim, você acreditando ou não, achando isso uma besteira ou não, o vício em sexo existe sim e é abrangente de várias maneiras, desde o fato de a pessoa não conseguir se conter e ficar dando em cima de várias pessoas penas para consumar o ato, até o momento de que a pessoa fica na internet assistindo pornografia e se masturbando ao ponto que chega a atrapalhar a sua vida. Atente para o fato de eu estar usando o termo “pessoa”, pois esse problema pode acontecer com qualquer gênero sexual.

E finalmente chegando ao filme, Terapia do Sexo (Thanks for Sharing em inglês) é um filme de 2013 que conta a história de três homens, Adam (Mark Ruffalo), Mike (Tim Robbins) e Neil (Josh Gad). Todos são viciados em sexo em níveis diferentes, pois Mike é visto como o conselheiro, Adam está em recuperação e “sóbrio” a 5 anos (sim, esse tempo todo sem sexo/masturbação) e Neil, o cara que está começando o tratamento por estar tendo problemas na vida por causa do vício.

thanks-for-sharing-terapia-do-sexo-pink-josh-gad

A trama não tem uma alta produção e muito menos um roteiro de cair o queixo, mas demonstra perfeitamente os dilemas de quem não consegue ficar sem se masturbar durante um curto espaço de tempo e praticamente vive para o sexo. Como por exemplo o caso de Adam, que encontra uma mulher, Phoebe (Gwyneth Paltrow) com quem quer se relacionar, mas de certa forma não sabe como lidar com o problema dele. Afinal o sexo não é como álcool que dá para simplesmente “se livrar”, pois em uma relação, geralmente uma das partes quer (as vezes mais que o outro) e a outra não.

Ficou também bem legal a forma de como é que Adam pode utilizar um computador e de como ele evita certos locais e certas pessoas, e como Neil perde o emprego por causa do seu vício e como está sendo sua recuperação, chegando até a ajudar o seu padrinho (Adam) em alguns momentos. A participação da Pink (sim, a cantora) como Dede, foi algo que surpreendeu, pois ela atua super bem e só mostra surpresas na trama.

Então aproveita enquanto o filme ainda está no catálogo no Netflix e corre lá para ver, pois mesmo com seus defeitos, o filme consegue abordar de maneira séria e bem humorada ao mesmo tempo, para não deixar o clima muito chato e fazer com que você perca o interesse, e consegue passar a mensagem a que se propõe.


09/08/2016 - Categoria: Filmes - Autor(a): Dyego Cruz

Tallulah-Movie-Modo_Meu

Depois de ter dado uma chance a The Fundamentals of Caring. E após tanto ver a divulgação do trailer enquanto assistia as antigas temporadas de Gilmore Girls, finalmente resolvemos assistir a mais uma das produções cinematográficas do Netflix, o filme Tallulah.

Primeiramente vamos começar com a sinopse oficial, para que ninguém saia por aí reclamando que estou dando spoilers e blá blá blá…

Sinopse: Tallulah (Ellen Page), uma garota pobre e extremamente independente vivendo em um furgão. Após o namorado abandoná-la, ela vai para a cidade. Ao impulsivamente “resgatar” o bebê de uma mãe negligente, ela recorre ao único adulto responsável que conhece: Margo (Allison Janney), que é levada a acreditar ser avó da criança.

Tallulah

Logo de início já somos apresentados a Tallulah e seu namorado Nico (Evan Jonigkeit) “vivendo suas vidas adoidado” dentro de um furgão. Vida qual ela defende ter escolhido pra si e por isso não pensa em mudar. Assim começa o primeiro arco para desenvolvimento da trama, um começo bem previsível, com algumas cenas inusitadas que a princípio parecem sonhos.

Após o abandono de Nico, a garota tenta ir atrás do namorado no único lugar onde ela poderia esperar encontrá-lo, na casa da mãe dele, qual ela nunca chegou a conhecer. Com um primeiro encontro bem estranho as duas personagens, Tallulah acaba saindo do prédio de Margo e chegando ao nosso arco principal da trama, quando encontra Carolyn (Tammy Blanchard), uma mãe problemática que torna a vida da garota bem mais estranha do que ela já achava que poderia ficar.

Ao passar uma tarde vendo como Carolyn tratava a filha pequena, desde beber na frente da criança, deixar a menina perambular pelo quarto, deixando a garota correr riscos, e principalmente insistir para que Luh fosse a babá da criança, por mais que ela fosse uma completa desconhecida e não possuísse nenhuma ligação com o hotel. Tais atitudes fazem com que Tallulah haja instintivamente e acabe levando a filha de Carolyn, por ter a certeza de que a mãe não teria condições de cuidar da criança.

b65cff785ed82bd376b48aed100116ae5c6cb4f4

A trama parece um pouco confusa em vários momentos, pois ela não desenvolve muito os personagens coadjuvantes, centralizando em algumas visões de Luh e sempre colocando algumas cenas poderiam ser facilmente descartadas e deixando algumas informações de lado.

Não é uma das melhores produções do Netflix, mas no geral é um bom filme que tenta abordar a temática de pessoas que preferem viver “livres” e também de mulheres que se casam e tem filhos por puro interesse, mas que de alguma forma encontram sua redenção e acabam por dar mais valor as coisas que não dava antes. Porém o mais interessante é ver o lado da “sequestradora”, o que a personagem pensou quando fez aquilo, se ela pensou, quais as motivações, e ligação da sequestradora e da criança e como foi a investigação que envolveu o crime.