Modo Meu

opiniãoTag:

31/08/2012 - Categoria: Música - Autor(a): Mariana Fernandes

Na procura de imagens para o post de segunda sobre o Karmin, eis que encontro um portfólio com vários sites muito lindos e dentre eles estava Lenka, uma cantora Australiana   que inicialmente me atraiu pelo visual do seu novo álbum, depois de ouvir achei tão minha cara que virou até repertório da semana.

Filha de músico, Lenka foi criada na Austrália e teve educação musical desde criança, (vantagens de ter músico na família) o que a fez seguir com a música profissionalmente. Passando por algumas bandas, só em 2008 ela segue carreira solo e lança o álbum “The Show” que foi um sucesso e a fez crescer na música.

Não consegui tantas informações sobre a cantora, mas para quem gosta que uma música mais calma com aquela voz doce no vocal, não tem melhor, Lenka virou o meu mais novo vício declarado, indico 1000 vezes.

Para os curiosos, deixo o link do portfólio que eu vi e o site dela claro!

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


06/08/2012 - Categoria: Filmes - Autor(a): Dyego Cruz

Batman-TDKR-Modo-Meu

Antes de mais nada quero deixar claro que não vou dar Spoilers, apenas dar minha opinião e falar algumas besteiras.

Após uma semana da estréia finalmente nós do Modo Meu fomos ontem assistir ao Batman The Dark Knight Rises (menos o Caio que parece gostar de amontoados de pessoas e vai na noite de lançamento :p ).

Confesso que o filme é realmente muito bom, mas não estava com tantas expectativas assim como muita gente por aí, afinal eu gosto de batman, mas como diz a capa do post, não sou um DCnauta.

O filme realmente tem muitas doses de ação, um pouco de drama e algumas pitadas de Humor (não tanto como em Os Vingadores, mas tem), e ao meu ver também houveram alguns erros de continuísmo, mas não é nada que estrague o filme, são apenas detalhes que infelizmente não posso comentar agora.

Mas além de tudo tem cenas muito boas como o Lian Neeson (Ra’s Al Ghul) chegando e falando “Tenho habilidades muito específicas”, o Joseph Gordon-Levitt (Blake) dizendo que vai implantar uma ideia na cabeça do Bane(Tom Hardy) com a ajuda do batman, a Anne Hathaway (Selina Kyle – Cat Woman) após ter deixado de trabalhar para a Miranda, Michael Caine (Alfred) vestindo a roupa do morcego e por aí vai.

Ta bom, é brincadeira, mas não seria legal o Alfred de morcegão? ;)

Para os que querem saber mais sobre o filme e do batman, vamos ouvir de quem sabe bem mais!

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


26/07/2012 - Categoria: Design de Interiores - Autor(a): Mariana Fernandes

Para provar que o “Ô lá em casa” não sumiu e nem vai, hoje tem dica de onde comprar e o que fazer com a peça de decoração mais desejada e pouco encontrada do momento, o famoso e rústico caixote de feira que tomou o espaço de muita mesinha de centro, estante e criado mudo por ai.

Com certeza os leitores que gostam de decoração já viram por aí alguma imagem com os famosos caixotes, mas aí vem as perguntas: Onde eu compro esses caixotes? Tenho que realmente ir no final de feira para ver se consigo comprar? O que posso fazer com os caixotes? E por ai vão as dúvidas que eu vou tentar responder com essa intuição de decoradora metida.

Quanto a compra dos caixotes, o jeito é ir a procura feroz no Google da vida, mas a vantagem de ler esse tipo de post é que a pessoas que vos escreve revirou tudo que podia e acabou recebendo a dica de um amigo que indicou a loja Madeira Usada que vende todo tipo de caixote, desde básico de madeira pura, até estante pintada cheia de acabamento. Já se pode tentar comprar depois da feira, eu acho melhor não, mas que se quiser tentar, vá em frente.

Depois de encontrar onde comprar, surge a dúvida do que fazer e aí vem a criatividade de um bom louco por decoração. Cadeira, estante, mesinha de centro, criado mudo e por ai vão as mil opções e para mim o importante é a criação, a parte de “fazer com as próprias mãos”, pois comprar uma caixote pintado pode ser até legal, mas fazer e ter o prazer de dizer “Eu que fiz”, como diz o MasterCard, “Não tem preço”.

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


21/06/2012 - Categoria: Design de Interiores - Autor(a): Mariana Fernandes

No dilema de encontrar uma decoração legal para o novo apertamento da família (já comentei que finalmente vou me mudar), fui em busca de uma opção para não usar o artifício da parede colorida e encontrei os tetos colorido, bem mais autênticos e cheios de opções para manter um ambiente bem mais criativo.

A vantagem desse tipo de decoração é que o ambiente continua com um tom mais clean (ou não, dependendo das cores da parede) e a cor passa a ser só uma detalhe, como uma cadeira amarela no meio de uma sala em tons pastéis, ou seja, um detalhe que muda tudo, mas não o centro das atenções.

O complicado de possuir algo assim é que toda aquelas facilidades que as tintas dão para você pintar sua parede sem mais complicações, possuindo aquele sentimento de “foi eu que fiz”, não rola com os tetos por causa de sua complexidade, por isso um gasto a mais com pintor é essencial.

As formas desse estilo ser usado cabe de cada pessoa, pois pode combinar desde paredes brancas até com paredes e móveis mega coloridos. Deixo no post as referências e desejo boa sorte para quem foi usar.

 Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.


01/06/2012 - Categoria: Música - Autor(a): Mariana Fernandes

Apocalyptic Love Show

22 de maio foi lançado o album que, quem sabe, vai mudar muito nos novos albúms  que vem por ai. Apocalyptic Love, o novo albúm de Slash junto com o vocalista Myles Kennedy, produzido por Eric Valentine.

Como diz o próprio Slash, o albúm foi feito no estilo antigo, analógico, com conversas entre as músicas, pequenas falhas de gravações antigas, um modelo oldschool que traz de volta o antigo rock and roll.

Slash Myles Kennedy

Apocalyptic Love é uma mudança de estilo com ótimas melodias e críticas positívas que muitos dizer ser uns dos melhores albúms do guitarrista. Concordo com a afirmação, pois por mais que não seja aquela mega fã que já ouviu todos os seus trabalhos dezenas de vezes, achei o albúm incrível.

Para não deixar vocês na curiosidade, confira as faixas mais curtidas.

Me diga o que achou do post, só com sua opinião o blog pode melhorar.
Deixe um comentário ou entre em contato por e-mail.