Modo Meu

oscarTag:

29/02/2016 - Categoria: Filmes - Autor(a): Dyego Cruz

Ganhadores Oscar 2016

Na 88ª edição do Oscar, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou no dia 28/02/2016 os vencedores desta edição. Foram muitos que já eram esperados, mas também tivemos MUITAS surpresas nas premiações desse ano. Aproveita e dá uma conferida na lista dos indicados e vencedores logo abaixo.

Melhor Filme

Melhor Diretor

  • Alejandro G. Iñárritu – O Regresso*
  • Tom McCarthy – Spotlight – Segredos Revelados
  • Adam McKay – A Grande Aposta
  • George Miller – Mad Max: Estrada da Fúria
  • Lenny Abrahamson – O Quarto de Jack

Melhor Atriz

  • Cate Blanchett – Carol
  • Brie Larson – O Quarto de Jack*
  • Saoirse Ronan – Brooklyn
  • Charlotte Rampling – 45 Anos
  • Jennifer Lawrence – Joy – o Nome do Sucesso

Melhor Ator

  • Bryan Cranston – Trumbo
  • Leonardo DiCaprio – O Regresso*
  • Michael Fassbender – Steve Jobs
  • Eddie Redmayne – A Garota Dinamarquesa
  • Matt Damon – Perdido em Marte

Melhor Ator Coadjuvante

  • Christian Bale – A Grande Aposta
  • Tom Hardy – O Regresso
  • Mark Ruffalo – Spotlight – Segredos Revelados
  • Mark Rylance – Ponte dos Espiões*
  • Sylvester Stallone – Creed – Nascido para Lutar

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Jennifer Jason Leigh – Os 8 Odiados
  • Rooney Mara – Carol
  • Rachel McAdams – Spotlight – Segredos Revelados
  • Alicia Vikander – A Garota Dinamarquesa*
  • Kate Winslet – Steve Jobs

 Melhor Roteiro Original

  • Matt Charman – Ponte dos Espiões
  • Alex Garland – Ex Machina
  • Peter Docter, Meg LeFauve, Josh Cooley – Divertida Mente
  • Josh Singer, Tom McCarthy – Spotlight – Segredos Revelados*
  • Jonathan Herman, Andrea Berloff – Straigh Outta Comptom

 Melhor Roteiro Adaptado

  • Charles Randolph, Adam McKay – A Grande Aposta*
  • Nick Hornby – Brooklyn
  • Phyllis Nagy – Carol
  • Drew Goddard – Perdido em Marte
  • Emma Donoghue – O Quarto de Jack

Melhor  Animação

  • Anomalisa
  • Divertida Mente*
  • Shaun, o Carneiro
  • O Menino e o Mundo
  • As Memórias de Marnie

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • Body Team 12
  • Chau, Beyond The Lines
  • Claude Lanzmann: Spectres Of The Shoah
  • A Girl In The River: The Price Of Forgiveness*
  • Last Day Of Freedom

Melhor Documentário em Longa-Metragem

  • Amy*
  • Cartel Land
  • O Peso do Silêncio
  • What Happened, Miss Simone?
  • Winter on Fire: Ukraine’s Fight fo Freedom

Melhor Longa Estrangeiro

  • Theeb – Jordânia
  • A Guerra – Dinamarca
  • Cinco Graças – França
  • Filho de Saul – Hungria*
  • O Abraço da Serpente – Colômbia

Melhor Curta-Metragem

  • Ave Maria
  • Day One
  • Everything Will Be Okay (Alles Wird Gut)
  • Shok
  • Stutterer*

Melhor Curta em Animação

  • A História de Um Urso*
  • Prologue
  • Os Heróis de Sanjay
  • We Can’t Live Without Cosmos
  • World of Tomorrow

Melhor Canção Original

  • “Earned It” – The Weeknd – Cinquenta Tons de Cinza
  • “Manta Ray” – J. Ralph & Anthony – Racing Extinction
  • “Simple Song #3” – Sumi Jo – Youth
  • “Writing’s On The Wall” – Sam Smith – 007 Contra Spectre*
  • “Til It Happens To You” – Lady Gaga e Diane Warren – The Hunting Ground

Melhor Fotografia

  • Carol
  • Mad Max: Estrada da Fúria
  • O Regresso*
  • Sicario: Terra de Ninguém
  • Os 8 Odiados

Melhor Figurino

  • O Regresso
  • Carol
  • Cinderela
  • A Garota Dinamarquesa
  • Mad Max: Estrada da Fúria*

Melhor Maquiagem e Cabelo

  • O Ancião Que Saiu Pela Janela e Desapareceu
  • Mad Max: Estrada da Fúria*
  • O Regresso

Melhor Mixagem de Som

  • Ponte dos Espiões
  • Mad Max: Estrada da Fúria*
  • Perdido em Marte
  • O Regresso
  • Star Wars – O Despertar da Força

Melhor Edição de Som

  • Sicario: Terra de Ninguém
  • Mad Max: Estrada da Fúria*
  • Perdido em Marte
  • O Regresso
  • Star Wars – O Despertar da Força

Melhores Efeitos Visuais

  • Star Wars: O Despertar da Força
  • Mad Max: Estrada da Fúria
  • Perdido em Marte
  • Ex Machina*
  • O Regresso

Melhor Design de Produção

  • Ponte dos Espiões
  • A Garota Dinamarquesa
  • Mad Max: Estrada da Fúria*
  • Perdido em Marte
  • O Regresso

Melhor Edição

  • A Grande Aposta
  • Mad Max: Estrada da Fúria*
  • O Regresso
  • Spotlight – Segredos Revelados
  • Star Wars: O Despertar da Força

Melhor Trilha Sonora

  • Carter Burwell – Carol
  • Ennio Morricone – Os 8 Odiados*
  • Jóhann Jóhannsson – Sicario: Terra de Ninguém
  • Thomas Newman – Ponte dos Espiões
  • John Williams – Star Wars: O Despertar da Força

28/02/2016 - Categoria: Filmes - Autor(a): Dyego Cruz

Premio-Framboesa-de-Ouro-2016

Estamos chegando ao fim da temporada de premiações, e ontem, dia 27/02/2016, foram anunciados os “vencedores” do prêmio Framboesa de Ouro 2016, premiação que celebra os piores atores, filmes e várias outras categorias cinematográficas, é basicamente o oposto do Oscar, que terá a premiação dos melhores de 2015 hoje a noite dia 28/02/2016.

PIOR FILME

  • Quarteto Fantástico
  • Cinquenta Tons de Cinza
  • O Destino de Júpiter
  • Segurança de Shopping 2
  • Pixels

PIOR DIRETOR

  • Andy Fickman (Segurança de Shopping 2)
  • Tom Six (A Centopéia Humana 3)
  • Sam Taylor-Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
  • Josh Trank (Quarteto Fantástico)
  • Os Wachowskis (O Destino de Júpiter)

PIOR ATOR

  • Johnny Depp (Mortdecai)
  • Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza)
  • Kevin James (Segurança de Shopping 2)
  • Adam Sandler (Trocando os Pés e Pixels)
  • Channing Tatum (O Destino de Júpiter)

PIOR ATRIZ

  • Katherine Heigl (Home Sweet Hell)
  • Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
  • Mila Kunis (O Destino de Júpiter)
  • Jennifer Lopez (O Garoto da Casa ao Lado)
  • Gwyneth Paltrow (Mortdecai)

PIOR ATOR COADJUVANTE

  • Chevy Chase (A Ressaca 2 e Férias Frustradas)
  • Josh Gad (Pixels e Padrinhos LTDA)
  • Kevin James (Pixels)
  • Jason Lee (Alvin e os Esquilos: Na Estrada)
  • Eddie Redmayne (O Destino de Júpiter)

PIOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Kaley Cuoco (Alvin e os Esquilos: Na Estrada e Padrinhos LTDA)
  • Rooney Mara (Peter Pan)
  • Michelle Monaghan (Pixels)
  • Julianne Moore (O Sétimo Filho)
  • Amanda Seyfried (O Natal dos Coopers e Peter Pan)

PIOR REMAKE, RIP-OFF OU SEQUÊNCIA

  • Alvin e os Esquilos: Na Estrada
  • Quarteto Fantástico
  • A Ressaca 2
  • A Centopéia Humana 3
  • Segurança de Shopping 2

PIOR COMBO EM CENA

  • Todos os Fantásticos (Quarteto Fantástico)
  • Johnny Depp e seu bigode colado (Mortdecai)
  • Jamie Dornan e Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza)
  • Kevin James e tanto o seu Segway ou o seu bigode colado (Segurança de Shopping 2)
  • Adam Sandler e qualque par de sapatos (Trocando os Pés)

PIOR ROTEIRO

  • Quarteto Fantástico
  • Cinquenta Tons de Cinza
  • O Destino de Júpiter
  • Segurança de Shopping 2
  • Pixels

FRAMBOESA DA REDENÇÃO (JÁ FOI INDICADO E DEU A VOLTA POR CIMA)

  • Elizabeth Banks
  • M. Night Shyamalan
  • Will Smith
  • Sylvester Stallone

24/02/2016 - Categoria: Filmes - Autor(a): Mariana Fernandes

Ponte-dos-Espiões

Poucos dias para uma das premiações mais aguardadas/atualmente polêmicas do ano, o Oscar, os nossos olhos voltam-se para os indicados ao grande prêmio da industria de cinema. Claro que os indicados a “Melhor Filme” ganham uma maior evidência, afinal são filmes que esperamos que entrassem na lista, e outros que nem sabíamos da existência, como e o caso da obra de Steven Spielberg, “Ponte dos Espiões“, que gerou surpresa de muita gente que não tinha ouvido sequer falar do filme.

Mark Rylance e Tom Hanks

Protagonizado pelo queridinho de Spielberg, Tom Hanks como o advogado James Donovan, o filme foi baseado no incidente com o avião U2 em 1960, em território soviético. Donovan foi responsável pela troca de dois americanos, o piloto do U2 e um estudante, pelo espião soviético Rudolf Abel (Mark Rylance), acusado de cumplicidade com os soviéticos.

Aclamado pela crítica, o filme está entre os indicados a “Melhor Filme“, mas infelizmente não houve muita divulgação a ponto da obra não estar sendo reconhecida pelo público. Competindo com o gigante, em termos de blockbuster, Mad Max e o extremamente comentado “O Regresso“, por conta do nosso querido Leozim DiCaprio, a produção de Spielberg não parece ter muita chance, por mais incrível que eu tenha achado o filme.

ponte dos espiões

Mas por que do jeito que o americano gosta? Já ouviu alguém dizer (tipo eu) que os americanos gostam de americanizar tudo? Que eles sempre são os bonzinhos? Bem, essa história é mais uma dessas de como os americanos são civilizados e os seus arqui inimigos são cruéis, sem coração. Vamos ser sinceros, estamos falando de um período de guerra, onde os dois lados faziam de um tudo para arrancar informações e na minha opinião, essa ausência de limites não foi realista do lado americano. Foi cupa do Spielbergzim? Não, é mais culpa da cultura e de saber que os americanos vão ver ou não, mas não vou falar mais para não soltar spoiler. Assistam, vale a pena!


23/02/2016 - Categoria: Filmes - Autor(a): Dyego Cruz

hugh-glass-Leonardo-DiCaprio_o_regresso_the-revenant

Indicado nada mais nada menos do que em 12 categorias no Oscar 2016, esse é um dos filmes que vimos recentemente e que não poderíamos deixar de comentar, afinal para você que ainda não está sabendo (assim como eu não sabia hehe), além várias coisas intrigantes e peculiares, o filme é baseado em uma história real que muita gente acredita ser apenas uma lenda americana.

Hugh Glass (Leonardo DiCaprio) foi um grande explorador conhecido pelas grandes expedições que liderava, ou pelo menos é o que conta a história, e que assim como é mostrado no filme O Regresso, mesmo após ser atacado por um urso e ser abandonado por seus parceiros John Fitzgerald (Tom Hardy) e Jim Bridger (Will Poulter), consegue sobreviver e mesmo com todas as dificuldades e feridas, ele segue em frente na busca de vingança, que no filme tem um motivo a mais além do abandono, que embora seja muito óbvia, não vou te contar aqui pois já seria spoiler.

fitzgerald-Tom-Hardy_o_regresso_the-revenant

O filme se passa no ano de 1822, onde Glass e seus companheiros estão em busca de peles de animais para vender. Até aí tudo bem, afinal isso deve fazer parte das tarefas de um explorador, mas além de toda a grande atuação e sofrimento do personagem interpretado por DiCaprio no gelo, a partir daí é que começam algumas coisas que confesso que me deixaram meio confuso e perdido no meio da história.

O foco no sofrimento de Glass é alternado com o drama que o jovem Briger passa após ter sido forçado por Fitzgerald a deixar um homem vivo para traz, o que te mantém preso para saber o que vai acontecer. Mas existem outros arcos que não foram concluídos e que poderiam ter ficado de fora sem prejudicar o desfecho final.

jim-bridger-Will-Poulter_o_regresso_the-revenant

As cenas de luta foram bem trabalhadas e a fotografia também, mas depois de tudo isso confesso que não achei filme essa coisa toda que todos falam, a atuação do DiCaprio foi ótima e estou torcendo para que ele ganhe o Oscar de melhor ator, mas no final das contas não acho que O Regresso mereça o prêmio de melhor filme e nem que Alejandro González Iñárritu mereça ganhar a melhor direção esse ano.

Mas enfim, se você assistiu e gostou pra caramba, ou se assistiu e assim como eu não achou isso tudo, deixa aí nos comentários a sua opinião e se ainda não viu, vai lá assistir e volta aqui pra dizer o que achou. Aproveita e veja ou reveja o trailer.


22/02/2016 - Categoria: Filmes - Autor(a): Victória Duarte

O-quarto-de-jack-room-2015-Oscar

O Quarto de Jack é mais uma agradável surpresa para mim, que estava acostumada com dramas sentimentais, que no final tudo ficaria bem e que mostra como temos que sempre ser fortes apesar das lutas e dificuldades, como se não fôssemos feitos de carne, e que sim, apesar de termos a “obrigação” de levantar a cabeça e continuar a lutar, também temos nossos momentos de fraquezas e desordem sentimental.

Esse filme que está na disputa da categoria de Melhor Filme no Oscar 2016, conta a história de uma mãe e filho, que foram privados de sua liberdade. Ma, era uma menina no auge de sua adolescência que foi sequestrada por um louco que a manteve em cativeiro por sete anos. Dentro desse cativeiro ela acabou dando à luz ao seu filho Jack, que se torna seu companheiro.

o-quarto-de-jack-room

O primeiro ato do filme mostra a relação entre mãe e filho naquela situação de viverem já a cinco anos dentro de um quarto minúsculo, e a relação dos dois com o sequestrador. Essa primeira parte, para mim foi um pouco agonizante, ver aquela mulher totalmente exausta educando e defendendo um filho, que não faz menor ideia de que existe um mundo, foi bem assustador para mim. Ver duas pessoas serem privadas do maior bem que um ser humano pode ter, a liberdade, é algo de amarga a alma da gente.

O melhor do filme é como é relatado a os sentimentos da personagem Ma, interpretado muito dignamente, e “com certezamente” merecedora do Oscar de melhor atriz, Brie Larson. O que eu, pelo menos esperava antes de assistir ao filme é que depois de libertos, mãe e filho seriam “felizes para sempre”, pois teriam conseguido o grande objetivo de serem salvos. Mas não, o filme mostra toda a confusão mental que existe dentro da cabeça de Ma, todas as inquietações que ela carrega dentro de si, que são marcadas pelo fato de ter sido feita prisioneira durante anos. Os altos e baixos dos personagens do filme é o que cativa. Tanto Jack, quanto sua mãe carregam consigo uma grande carga dramática, que é levada muito bem pelos atores.

Rm_D17_GK_0115.RW2

Não posso finalizar esse post sem dizer o quão maravilhoso é esse menino que interpreta Jack, um espetáculo à parte. Eu consegui sentir cada emoção que Jacob Tremblay passou através de seu personagem. Um ótimo ator, que sinceramente deveria estar entre as indicações de melhor ator do Oscar desse ano. O que essa criança conseguiu mostrar nesse filme, Kristen Stewart não vai conseguir em toda a carreira de atriz, COM CERTEZA.

O Quarto de Jack é um filme sensível e sincero, que com certeza você vai no mínimo dos mínimos se emocionar com Jack quando ele tem contato pela primeira vez com um cachorrinho. Vale muito a pena assistir! E se você assistir e gostar, creio que também valerá a pena ler o livro que deu inspiração para este filme.